for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
marketsNews

Dólar se estabiliza ante cesta de moedas após discurso de Powell e expectativas com Nafta

Notas de dólar em foto ilustrativa 07/11/2016 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo

LONDRES (Reuters) - O dólar se estabilizava nesta segunda-feira diante da melhora no sentimento de risco após declarações tranquilizadoras do Federal Reserve e sinais de que negociadores dos Estados Unidos e do México estão avançando em uma posição comum sobre o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês).

Em um simpósio em Jackson Hole, Wyoming, o chair do banco central norte-americano, Jerome Powell, enfatizou na sexta-feira a disposição do Fed em elevar a taxa de juros apesar da crítica do presidente dos EUA, Donald Trump.

As declarações dele não mudaram as expectativas do mercado de aumentos dos juros em setembro e dezembro e decepcionaram alguns dos que apostavam na alta do dólar e esperavam uma mensagem mais “hawkish”.

“Obviamente, Powell prefere uma postura gradual. O retorno do apetite por risco é negativo para o dólar”, disse Ulrich Leuchtmann, chefe de pesquisa de câmbio e mercados emergentes do Commerzbank AG.

O índice do dólar contra uma cesta de moedas era negociado com variação positiva de 0,07 por cento, a 95,208, depois de recuar mais de 0,5 por cento na sessão anterior.

Melhorando ainda mais o humor, negociadores dos EUA e do México parecem perto de chegar a uma posição comum sobre o Nafta, com o ministro da Economia mexicano afirmando no domingo que as negociações “continuaram a avançar”.

“Existe um crescente otimismo de que um acordo entre EUA e México pode ser alcançado....o que por sua vez pode permitir que o Canadá volte às discussões e um progresso geral possa ser alcançado”, disse Kit Juckes, estrategista de câmbio do Société Générale.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up