August 29, 2018 / 11:29 AM / 3 months ago

Alívio com acordo comercial entre EUA e México se dissipa e dólar sobe ante cesta de moedas

Moeda de euro sobre notas de dólares em foto ilustrativa 07/11/2016 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

LONDRES (Reuters) - O dólar subia nesta quarta-feira, quando o alívio em torno do acordo comercial entre os Estados Unidos e o México dava lugar à preocupação entre os investidores de que o conflito entre os EUA e a China não terminará em breve.

A moeda norte-americana chegou a atingir o menor nível em quatro semanas com os investidores se desfazendo de apostas seguras na moeda após os Estados Unidos e o México terem concordado na segunda-feira em reformular o Nafta.

O dólar recuou por três semanas consecutivas, apesar de os EUA estarem elevando os juros mais rápido do que outras grandes economias.

Isso se deve em parte à incerteza política nos EUA, reforçada pela condenação criminal de ex-assessores do presidente Donald Trump na semana passada e por recentes declarações do Federal Reserve que parecem sugerir um ritmo mais lento de aumentos dos juros.

Nesta quarta-feira, entretanto, o índice do dólar avançava cerca de 0,2 por cento, a 94,911. Ele chegou a ser negociada a 94,434 na sessão anterior, nível mais baixo desde 31 de julho.

“Esse acordo (com o México) trata-se mais de fazer progressos antes das eleições de novembro nos Estados Unidos), disse o estrategista de câmbio do MUFG.

“A disputa real ainda deve estar à frente e não vai demorar para que a atenção do mercado mude de volta para o conflito com a China, que é mais preocupante.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below