for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
marketsNews

Expectativa de estímulo da China sustenta ações após tarifas dos EUA

Bandeiras da China e dos Estados Unidos em poste de Washington 18/01/2011 REUTERS/Hyungwon Kang

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários emergentes operavam em alta nesta terça-feira, com os investidores apostando que a China precisará aumentar os gastos em infraestrutura para compensar as tarifas mais recentes dos Estados Unidos, enquanto a lira turca recuava.

Na segunda-feira, Trump impôs tarifas de 10 por cento sobre cerca de 200 bilhões de dólares em importações chinesas e ameaçou tarifar mais 267 bilhões de dólares em produtos se a China retaliar.

O Ministério do Comércio da China respondeu em comunicado que Pequim não tem escolha senão reagir e que espera que os Estados Unidos “corrijam” seu comportamento.

O índice MSCI de ações emergentes avançava, uma vez que alguns investidores acreditam que Pequim terá que aumentar os gastos em estradas e pontes para ajudar a lidar com a situação.

“Há esperanças de que eles superem os choques comerciais com mais flexibilização - isso está criando uma resposta positiva no mercado”, disse Jakob Christensen, chefe de pesquisa de mercados emergentes do Danske Bank.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 2 por cento, com papéis de infraestrutura ganhando mais de 3 por cento.

A Europa emergente operava em alta, mas a lira turca permanecia como a principal moeda com baixo desempenho, registrando queda de cerca de 1,2 por cento ante o dólar e revertendo a maior parte dos ganhos obtidos após a forte alta de 6,25 pontos percentuais na taxa de juros na última quinta-feira.

Em uma nova medida nesta terça-feira, o banco central da Turquia aumentou a taxa sobre as reservas em lira mantidas no bancos para 13 por cento, ante 7 por cento anteriormente.

“Eles estão efetivamente pedindo aos bancos que reservem mais liquidez e reduzam os fundos que têm disponíveis para empréstimos, de modo que estão fazendo o mesmo que um aperto na política monetária”, disse Christensen.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up