October 3, 2018 / 11:57 AM / 20 days ago

Planos da Itália para reduzir déficit sustentam euro após mínima de 6 semanas

LONDRES (Reuters) - O euro encontrava alguma sustentação nesta quarta-feira nas notícias de que a Itália planeja reduzir seu déficit orçamentário ao longo dos próximos três anos, mas operadores disseram que os ganhos podem ser passageiros.

Imagem ilustrativa de moedas de euro 12/12/2011 REUTERS/Tony Gentile

As incertezas em torno da dívida, planos fiscais e laços futuros da Itália com a Europa agitaram os mercados e exacerbaram as tensões com outros líderes da zona do euro.

Isso afetou o euro, que na terça-feira caiu para a mínima de seis semanas após um parlamentar dizer que a Itália deveria voltar a adotar uma moeda nacional, levando a vendas generalizadas no mercado.

A moeda única voltou a ganhar força depois que uma fonte do governo disse nesta quarta-feira que Roma quer reduzir gradualmente seu déficit orçamentário. Mais tarde, o ministro da Economia da Itália, Giovanni Tria, afirmou que o déficit orçamentário da Itália cairá gradualmente a partir de 2020.

“Que o governo italiano esteja tentando acalmar seus parceiros da UE pode ser visto como um passo na direção correta e portanto justifica alguma reação positiva ao euro”, disse Thu Lan Nguyen, estrategista cambial do Commerzbank AG.

O euro operava estável a 1,1544 dólar por volta de 8h52, após atingir a mínima desde 21 de agosto de 1,1505 dólar.

O índice do dólar contra uma cesta de moedas tinha avanço de 0,04 por cento, a 95,546, depois de chegar a 95,744, maior patamar desde 4 de setembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below