October 15, 2018 / 11:14 AM / a month ago

Aversão ao risco prevalece e índice europeu atinge mínima de 22 meses

LONDRES (Reuters) - Os índices acionários europeus falhavam em mostrar recuperação nesta segunda-feira e chegaram a uma mínima de 22 meses nesta segunda-feira, após sua pior semana desde fevereiro, uma vez que ameaças como disputas comerciais, aumentos dos rendimentos dos EUA, o crescimento chinês, o Brexit e discussão orçamentária da Itália com a União Europeia continuavam a pesar sobre os mercados.

Operadores trabalham na bolsa alemã em Frankfurt 20/09/2018 REUTERS/Staff

Por volta de 8:09 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 caía 0,18 por cento, a 1.408 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdia 0,26 por cento, a 358 pontos, depois de atingir níveis que não eram vistos desde dezembro de 2016.

Os índices europeus não receberam sinais otimistas da Ásia, onde as ações sofreram conforme as tensões diplomáticas entre Riad e o Ocidente pelo desaparecimento de um jornalista elevavam os preços do petróleo.

Observando que Wall Street conseguiu apresentar recuperação na sexta-feira, analistas do ING enfatizaram que os riscos ainda estavam no lado positivo.

“Assim como você não deve respirar aliviado depois que os tremores de terra terminam, continuamos ansiosos por um mercado que parece agitado, mesmo contra o cenário de uma economia norte-americana muito forte”, disseram os analistas do banco a seus clientes.

As ações europeias registravam um desempenho inferior ao dos seus pares norte-americanos desde o início do ano e analistas acreditam que as empresas que não cumprirem as expectativas durante a temporada de resultados do terceiro trimestre serão severamente punidas.

A britânica ConvaTec apresentava o pior desempenho no STOXX 600, recuando 28 por cento, depois de cortar suas previsões e anunciar que seu presidente-executivo está deixando o cargo.

Um alerta de lucros da Superdry fazia com que o grupo de moda britânico caísse 17 por cento.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,01 por cento, a 6.996 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX caía 0,11 por cento, a 11.548 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,32 por cento, a 5.079 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,15 por cento, a 19.285 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 0,21 por cento, a 8.883 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,13 por cento, a 5.000 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below