October 15, 2018 / 3:14 PM / a month ago

Ibovespa avança com ajustes e cena eleitoral, em dia de vencimento de opções; Smiles desaba

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa avançava na manhã desta segunda-feira, em meio a ajuste ao movimento de ADRs brasileiros na última sexta-feira, quando o pregão esteve fechado por feriado no país, enquanto Smiles despencava quase 35 por cento após a sua controladora anunciar plano de incorporar a companhia de programa de fidelidade.

24/08/2015. REUTERS/Paulo Whitaker

Às 12:08, o índice de referência do mercado acionário brasileiro subia 0,89 por cento, a 83.660,68 pontos. O volume financeiro somava 8,8 bilhões de reais.

A primeira etapa do pregão também era marcada pelo vencimento dos contratos de opções sobre ações, que envolve papéis com forte peso no Ibovespa, além de noticiário intenso e manutenção do foco no cenário eleitoral. Depois de divulgação de sondagem do BTG Pactual/FSB, a expectativa se volta para a pesquisa Ibope que deve ser divulgada no fim do dia.

Para a equipe da corretora Mirae, a alta nos preços de ADRs de empresas brasileiras na sexta-feira e a nova pesquisa do BTG mostrando vantagem de 18 pontos de Jair Bolsonaro (PSL) favorece o tom positivo, apesar do viés mais negativo em praças acionárias no exterior.

A pesquisa de intenção de votos encomendada pelo BTG Pactual à FSB Pesquisas para o segundo turno da disputa presidencial mostrou o candidato do PSL com 59 por cento dos votos válidos, contra 41 por cento de Fernando Haddad, do PT.

“O humor do investidor tende a continuar relacionado aos temas políticos”, afirmou em relatório a clientes.

Nos Estados Unidos, o S&P 500 cedia 0,35 por cento, em meio ao aumento das tensões de potências ocidentais com o Arábia Saudita, que se somavam a preocupações com a alta dos custos de empréstimos e os efeitos das disputas comerciais. As ações da Apple estavam entre as maiores pressões de baixa.

DESTAQUES

- SMILES desabava 34,3 por cento após sua controladora, a companhia área Gol, anunciar uma reorganização societária, com planos de incorporar a empresa de programa de fidelidade e em uma segunda etapa migrar para o Novo Mercado da B3. GOL PN subia 5,8 por cento. O BTG Pactual cortou a recomendação de Smiles para ‘neutra’ após o anúncio.

- VALE subia 2,1 por cento, em sessão positiva para mineradoras no exterior e após dados recordes de produção no terceiro trimestre. O Itaú BBA destacou que os números da Vale foram fortes, um pouco acima de suas expectativas e reiteraram recomendação ‘outperform’ para as ações da mineradora por meio de seus ADRs, com preço-alvo de 17 dólares.

- PETROBRAS PN subia 3 por cento, apesar da fraqueza dos preços do petróleo, acompanhando o movimento de seus ADRs em Nova York na sexta-feira e apoiada em expectativas com o cenário eleitoral.

- ITAÚ UNIBANCO PN valorizava-se 1,37 por cento, também corrigindo o avanço dos ADRs do banco na sexta-feira, enquanto BRADESCO PN avançava 0,85 por cento, SANTANDER BRASIL UNIT ganhava 1,14 por cento e BANCO DO BRASIL apreciava-se 1,6 por cento.

- GPA PN caía 2,38 por cento, após subir 2 por cento no começo do pregão, tendo no radar dados de vendas no terceiro trimestre, com crescimento puxado mais uma vez pelo desempenho do segmento de atacarejo sob a banderia Assaí.

- ESTÁCIO e KROTON perdiam 3,5 e 2,24 por cento, respectivamente, com dados sobre captação e base de alunos no setor ainda repercutindo entre os analistas. Nesta sessão, a Ser Educacional, que não está no Ibovespa, divulgou queda na captação e na base de alunos no terceiro trimestre. As ações da Ser caíam cerca de 8 por cento.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below