for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
marketsNews

Libor bate máxima na década em dólar antes de reunião do Fed

(Reuters) - Uma medida crucial do quanto os bancos cobram para fazerem empréstimos entre si por três meses subiu para o valor mais alto em uma década nesta terça-feira antes da reunião de dois dias do Federal Reserve que começará mais tarde.

A taxa interbancária de Londres para empréstimos de três meses em dólar avançou quase um 1 ponto-básico, para 2,60113 por cento, após um ganho de 0,2 ponto-básico na véspera.

A Libor de três meses subiu em 15 das últimas 16 sessões, diante dos aumentos de juros do Fed, elevando o custo de financiamento do governo dos EUA e reduzindo o balanço do Federal Reserve.

Libor é a taxa de referência para 200 trilhões em produtos financeiros denominados em dólares, a maior parte swaps de taxas de juros e empréstimos que usam câmbio flutuante.

Os membros votantes de política monetária do Fed não devem elevar a taxa de juros em sua reunião desta semana, mas operadores esperam por pistas sobre possíveis aumentos dos juros em dezembro e 2019.

Reportagem de Richard Leong

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up