November 13, 2018 / 9:31 AM / a month ago

Índices chineses ampliam ganhos com otimismo comercial e esperança de apoio

HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários chineses fecharam em alta pela segunda sessão consecutiva nesta terça-feira, sustentados pela expectativa de mais apoio, sinais de novas negociações comerciais entre Pequim e Washington e ganhos nas ações de consumo.

Investidor observa índices acionários em casa de corretagem em Xangai, na China 07/09/2018 REUTERS/Aly Song

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,01 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,9 por cento.

O subíndice do setor financeiro avançou 0,9 por cento, o setor imobiliário subiu 0,8 por cento, enquanto o subíndice de saúde avançou 1 por cento.

Depois que os reguladores intervieram para ajudar as empresas prejudicadas pelo financiamento de ações prometidas, os investidores estão esperançosos de que as autoridades implementarão mais medidas para manter os preços das ações estáveis, disse Zhang Qi, analista do Haitong Securities.

“A maioria das ações que estão avançando agora caíram bastante este ano”, disse ele. “Isso dificilmente é um investimento em valor. Isso se baseia na expectativa de mais apoio e na ideia de que os lucros melhorarão à medida que enxergarmos mais fusões e aquisições, conforme elas forem incentivadas pelos reguladores.”

O Ministério do Comércio informou na segunda-feira que o comércio exterior da China vai enfrentar uma situação mais difícil e complicada em 2019 e o governo vai pressionar a implementação de políticas para aliviar a pressão sobre os exportadores e importadores.

O mercado permaneceu otimista depois que o South China Morning Post informou que o vice-premiê chinês, Liu He, pode visitar Washington para preparar uma reunião entre o presidente chinês Xi Jinping e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, citando fontes de ambos os lados.

As ações de consumo lideraram a alta, avançando 2,6 por cento, enquanto o setor de consumo discricionário também subiu 1,5 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,06 por cento, a 21.810 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,62 por cento, a 25.792 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,93 por cento, a 2.654 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,01 por cento, a 3.237 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,44 por cento, a 2.071 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,56 por cento, a 97.775 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,56 por cento, a 3.051 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,80 por cento, a 5.834 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below