December 26, 2018 / 1:29 PM / 7 months ago

DIs têm leves altas com exterior e dólar

SÃO PAULO (Reuters) - As taxas dos contratos futuros de juros subiam levemente nesta quarta-feira de baixos volumes de negociação, após o feriado de Natal, com a perspectiva de manutenção da taxa básica de juros do país por um longo período e sob influência do cenário de fuga do risco no exterior.

Imagem ilustrativas de moeda de real 15/10/2010 REUTERS/Bruno Domingos

“O viés para os ativos locais é um pouco menos claro hoje, a percepção de risco-país, medida pelo CDS de 5 anos, opera neutro nesta manhã... mas, diante de um exterior pouco favorável para ativos de risco, mantém investidores cautelosos”, escreveu o economista Victor Cândido, da Guide Corretora.

“Nosso viés é ligeiramente mais negativo neste momento -bolsa em baixa, e alta em dólar e DIs.”

O grupo dos economistas que mais acerta as previsões na pesquisa semanal feita pelo Banco Central descartou a projeção de alta da Selic nos próximos 12 meses, prevendo que a taxa básica permanecerá no piso histórico de 6,5 por cento até o fim de 2019.

O dólar norte-americano subia 0,25 por cento ante a cesta das seis principais moedas do mundo, tendo a queda no apetite pelo risco como pano de fundo que também pressionava os preços dos Treasuries.

No mercado doméstico, o dólar tinha leve alta, à espera de um leilão de venda de 2 bilhões de dólares, realizado pelo Banco Central com compromisso de recompra dos volumes no início de 2019, em ação voltada para ampliar a liquidez do mercado financeiro em época de fim de ano.

Com a inflação comportada no âmbito local, e sinalizações do BC de que a Selic tende a continuar parada no atual balanço de riscos da economia, o mercado monitorava a escalada de críticas do presidente Donald Trump contra o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, cuja demissão chegou a ser discutida.

A paralisação parcial do governo, que está sem financiamento para um quarto dos programas federais desde sábado, vai continuar até que o Congresso aprove recursos para construção de um muro na fronteira com o México.

A curva a termo precificava 85 por cento de chances de manutenção da Selic no primeiro encontro de política monetária do BC no ano que vem, nos dias 5 e 6 de fevereiro, com o restante esperando elevação de 0,25 ponto percentual. Na sessão anterior, 80 por cento das apostas indicavam manutenção.

Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 11:22:

mês ticker último fechamento variação

(%) anterior (%) (p.p.)

JAN0 6,62 6,59 0,03

JAN1 7,44 7,4 0,04

JAN21 8,66 8,61 0,05

JAN23 9,25 9,21 0,04

Por Iuri Dantas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below