January 4, 2019 / 11:14 AM / 9 months ago

DIs sobem após Bolsonaro citar idade mínima menor em reforma da Previdência

REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - As taxas dos contratos futuros de juros operavam em alta nesta sexta-feira, após o presidente Jair Bolsonaro ter informado na véspera que cogita uma reforma da Previdência com idade mínima de 62 anos para homens e 57 para mulheres, de forma gradativa.

“(A idade mínima menor) não era esperado pelo mercado e, se for verdade, a ambição (para a reforma) é muito baixa, para dizer o mínimo”, afirmou o diretor de Tesouraria de um banco estrangeiro.

Em entrevista ao SBT na véspera, Bolsonaro disse que pretende aproveitar a reforma da Previdência que já está na Câmara dos Deputados e que não quer fazer maldade com o povo, acrescentando que a idade mínima de 65 anos é um pouco pesada para algumas profissões.

“Aguardemos que tal movimento de Bolsonaro tenha o mínimo de coordenação com a equipe econômica, senão o sinal é muito negativo para o mercado”, disse o economista-chefe da gestora Infinity, Jason Vieira, em relatório.

A fala acabou servindo de pretexto para alguma correção na curva a termo, embora o alívio no mercado internacional nesta sessão, após notícia de que China e Estados Unidos voltam a negociar nos início da próxima semana, contenha o movimento.

Uma equipe de trabalho liderada pelo vice-representante de Comércio dos EUA, Jeffrey Gerrish, vai à China para realizar “discussões positivas e construtivas” com os colegas chineses, disse o Ministério do Comércio da China em um comunicado em seu site.

A guerra comercial entre China e EUA elevou as preocupações dos investidores sobre a desaceleração da economia mundial, levando, inclusive, o Federal Reserve, banco central norte-americano, a reduzir a duas, ao invés de três, as altas de juros previstas no país neste ano.

Dados como os do mercado de trabalho norte-americano, que saem nesta sessão, são, desta forma, acompanhados de perto em busca de pistas sobre a possibilidade de alguma mudança na trajetória da política monetária.

Internamente, a curva a termo doméstica precificava 87 por cento de chances de manutenção da Selic no primeiro encontro de política monetária do BC deste ano, nos dias 5 e 6 de fevereiro, com o restante esperando elevação de 0,25 ponto percentual. No pregão anterior, a precificação era de 93 por cento de chance de manutenção.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below