for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
marketsNews

Wall Street recua após dados fracos da China

Pedestres caminham em Wall Street, em Nova York 02/04/2018 REUTERS/Shannon Stapleton

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos recuavam nesta segunda-feira, pressionados por ações de tecnologia, depois que uma inesperada queda nas exportações da China em dezembro intensificou as preocupações com a desaceleração do crescimento econômico global.

Por volta das 14:06 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,44 por cento, a 23.891 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,534615 por cento, a 2.582 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,7 por cento, a 6.922 pontos.

Os dados comerciais da China reforçavam as preocupações de que as tarifas dos EUA sobre os produtos chineses estão prejudicando a segunda maior economia do mundo, levando companhias como a Apple a emitirem alertas de lucros.

As ações das fabricantes de chips, que conseguem uma parcela considerável de sua receita da China, eram bastante afetadas, com o índice de semicondutores Philadelphia SE recuando 1,74 por cento.

As ações da Boeing, que é sensível ao comércio, caíam 0,89 por cento, enquanto as da Caterpillar tinham queda de 1,04 por cento.

O Citigroup iniciou a temporada de divulgação de resultados dos grandes bancos com fraqueza. As ações do banco, no entanto, revertiam as perdas da pré-abertura e subiam 2,28 por cento.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up