for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
marketsNews

DIs rondam estabilidade em meio a otimismo no exterior e com Previdência no radar

REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - As taxas dos contratos futuros de juros rondavam a estabilidade na abertura do pregão desta sexta-feira, em dia de maior otimismo no exterior diante de sugestões de avanço na direção de uma solução para a disputa comercial entre os Estados Unidos e a China que animam o mercado externo e com o mercado atento ao noticiário sobre a Previdência.

Ao mesmo tempo, os analistas avaliam as últimas informações sobre a reforma da Previdência, depois que fonte a par das discussões informou que a proposta do governo terá um tempo de transição maior que 12 anos, mas inferior aos 20 anos do texto enviado ao Congresso Nacional pelo ex-presidente Michel Temer.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, participarão do Fórum Econômico Mundial, que acontece entre os dias 22 e 25 de janeiro em Davos, na Suíça, e a ideia é que ambos usem a viagem para discutir o tema. O presidente deve bater o martelo sobre a reforma na volta.

No exterior, o otimismo era renovado após o Wall Street Journal informar que o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, discutiu a suspensão de algumas ou todas tarifas impostas às importações chinesas e sugeriu oferecer isso durante as discussões comerciais marcadas para 30 de janeiro.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up