16 de Agosto de 2008 / às 07:05 / 9 anos atrás

Ignore os ativistas, diz ex-presidente do Comitê Olímpico Chinês

Por Benjamin Kang Lim e Guo Shipeng

PEQUIM (Reuters) - O ex-presidente do Comitê Olímpico Chinês, He Zhenliang, de 78 anos, não deu importância aos protestos realizados em Pequim por grupos ativistas pela libertação do Tibete nem aos ataques a bombas no nordeste da China, dizendo que o foco dos Jogos deveria ser o esporte, não outros assuntos.

Ativistas estrangeiros protestaram em Pequim para chamar a atenção para o que eles chamam de repressão de tibetanos na região do Himalaia. A imprensa estatal disse que militantes muçulmanos Uighurs mataram 16 policiais e quatro seguranças em ataques à bomba, em Xinjiang.

“Não devemos colocar nossa atenção neles”, declarou Zhenliang a um pequeno grupo de jornalistas ao ser perguntado se os protestos e os ataques haviam estragado os Jogos. “Você vê o quanto a Vila Olímpica está harmoniosa? Você vê todas as arenas em Pequim cheias de alegria e entusiasmo? Quando você vê a emoção demonstrada pelos atletas quando vencem, acredito que irá sentir que o mundo tem esperança”, afirmou Zhenliang.

“Coisas belas e boas no mundo excedem o mal e a escuridão”, disse. “Estes incidentes demonstram que o mundo não é um lugar pacífico como gostaríamos que fosse.”

Apesar de policiais por toda a cidade, 300 mil câmeras de segurança e rígido controle de vistos, um número de ativistas pró-Tibete conseguiu organizar alguns pequenos protestos em Pequim.

A China é sensível a protestos contra seu domínio no Tibete, onde a segurança foi ampliada desde os tumultos que aconteceram em março. Os ativistas estrangeiros foram libertados pela polícia e deportados.

Solicitado para comentar sobre o controle chinês sobre a internet, zonas de protestos sem manifestantes e uma linda garotinha dublando a voz da verdadeira cantora que quebrou o dente durante a cerimônia de abertura, Zhenliang pareceu perder sua compostura.

“Estamos mantendo todas as nossas promessas que fizemos ao mundo”, declarou Zhenliang.

“Você fala sobre a internet. Todos os países têm algumas regulamentações sobre a internet. E a questão foi resolvida para a satisfação do COI e da imprensa”, disse. “A dublagem não deveria ser um problema, isso acontece em todo lugar.”

“Em todo país, se você quer fazer algum protesto, deve solicitar uma permissão, certo? Em algumas áreas, você pode fazer isso. Essa é uma prática muito comum. Então, por que você destaca o nosso caso? Por favor, seja justo com todo mundo”, completou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below