9 de Junho de 2008 / às 12:16 / em 9 anos

Pênalti no começo garante vitória da Croácia sobre Áustria

Por Mitch Phillips

<p>P&ecirc;nalti no come&ccedil;o garante vit&oacute;ria da Cro&aacute;cia sobre &Aacute;ustria. A Cro&aacute;cia come&ccedil;ou sua campanha na Euro 2008 com vit&oacute;ria, gra&ccedil;as a um p&ecirc;nalti logo aos quatro minutos anotado por Luka Modricque que foi o suficiente para derrotar a co-anfitri&atilde; &Aacute;ustria por 1 x 0. 8 de junho. Photo by Christian Charisius</p>

VIENA (Reuters) - A Croácia começou sua campanha na Euro 2008 neste domingo com vitória, graças a um pênalti logo aos quatro minutos anotado por Luka Modricque que foi o suficiente para derrotar a co-anfitriã Áustria por 1 x 0, no jogo de abertura do Grupo B.

A Croácia fez por merecer a vitória sobre os austríacos, que ocupam 92a posição no ranking da Fifa, e esquentou os ânimos da chave antes da partida entre Alemanha e Polônia, rivais no grupo que se enfrentam ainda no domingo.

A expectativa é que a Áustria perca todos os três jogos de sua primeira participação em um campeonato europeu. Embora a equipe tenha mostrado talento, os esforços desorganizados traíram a falta de competitividade e o time só acordou nos vinte minutos finais.

A Croácia, apoiada por vinte mil torcedores barulhentos com suas camisas quadriculadas em branco e vermelho, chegou ao torneio cheia de confiança depois de eliminar a Inglaterra na etapa classificatória.

O momento decisivo aconteceu minutos depois dos torcedores terminarem de cantar o hino.

Ivica Olic buscava uma bola promissora perto da área quando foi derrubado de maneira desajeitada por Rene Aufhauser. Modric converteu a penalidade com um chute no centro da rede.

O gol tranquilizou imediatamente os croatas, cujos meio-campistas passarem a efetuar uma tranquila troca de bola.

Olic e Mladen Petric chegaram perto de fazer um segundo gol, a melhor delas depois de uma cobrança de falta perigosamente baixa de Darijo Srna, que Petric, desmarcado na área, chutou longe depois de receber um cruzamento de Vedran Corluka.

A Áustria parecia em estado de choque pelo revés prematuro e só no final do primeiro tempo fez alguma pressão no ataque. Sua melhor chance veio através de uma cabeçada de Joachim Standfest que raspou o travessão.

O time da casa voltou mais positivo do intervalo, segurando a Croácia por longos períodos e fazendo alguns lançamentos perigosos -- mas a finalização ruim com frequência prejudicava.

A entrada de Umit Korkmaz nos vinte minutos finais acrescentou alguma agressividade ao ataque austríaco no final empolgante, mas a Croácia garantiu seu resultado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below