16 de Junho de 2014 / às 16:28 / em 3 anos

CURTAS-Segredo vira arma da seleção nos preparativos para duelo com México

FORTALEZA (Reuters) - A seleção brasileira decidiu adotar o segredo como estratégia para o duelo contra o México na terça-feira, em Fortaleza, pela segunda rodada do Grupo A da Copa do Mundo.

Para começar, os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari driblaram imprensa e torcida na chegada ao hotel em que estão hospedados na capital cearense. Contaram com a ajuda de funcionários do hotel, que direcionaram jornalistas e torcedores para uma entrada diferente da que o ônibus da equipe chegou Na noite de domingo.

Para aumentar o suspense, Felipão decidiu fechar nesta segunda-feira a maior parte do treino que a equipe fará no gramado do Castelão, palco do duelo com os mexicanos na terça.

REENCONTRO

Apesar do clima recluso que a seleção escolheu adotar, a partida contra o México em Fortaleza representa um reencontro, quase um ano depois, com a torcida cearense.

Na ocasião, os torcedores presentes no Castelão entoaram pela primeira vez o hino nacional à capela, motivando os jogadores a entrarem pilhados e marcarem logo no início.

A cena se repetiu pelos demais estádios durante o torneio e na estreia do Brasil na Copa, na Arena Corinthians, em São Paulo. O próprio Felipão reconheceu que a partida em Fortaleza foi a arrancada para o título.

FELIPÃO NO SAMBA

E parece que as boas lembranças de um ano atrás na capital cearense fizeram o geralmente sisudo treinador da seleção mudar um pouco o seu comportamento.

Imagens divulgadas pelo site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mostraram um sorridente e descontraído Felipão participando de um samba feito pelos jogadores durante o voo que trouxe a equipe do Rio de Janeiro para Fortaleza.

NEYMAR VAI CHORAR?

Principal jogador da seleção brasileira, o atacante Neymar foi “homenageado” por um grupo de torcedores mexicanos que passeava pela orla da praia do Meireles, em Fortaleza, na noite de domingo.

“Na terça vai chorar, o p... do Neymar”, cantavam em espanhol os animados mexicanos, aparentemente já etilicamente turbinados enquanto andavam pela orla da capital cearense.

QUANTO VALE?

Quanto vale assistir no estádio a uma partida entre a seleção de seu país e a seleção brasileira jogando em casa numa Copa do Mundo?

   Um grupo de mexicanos não aceitou pagar os 2 mil dólares pedidos por um torcedor conterrâneo por uma entrada para o jogo de terça em Fortaleza.

    Os dois grupos de mexicanos se encontraram na avenida que beira a praia de Fortaleza e, conversa vai, conversa vem, perguntaram se havia ingressos sobrando.

    O preço, no entanto, desestimulou a conversa e, sem fechar negócio, cada um seguiu seu caminho.

Reportagem adicional de Elzio Barreto

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below