23 de Junho de 2014 / às 15:33 / em 3 anos

Motivado por recuperação de Suárez, Uruguai vai para cima da Itália

SÃO PAULO (Reuters) - Com Luis Suárez recuperado e letal, a seleção do Uruguai enfrenta a Itália na terça-feira em um duelo de morte para garantir a segunda vaga do Grupo D nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Jogador uruguaio Luis Suárez comemora com os companheiro o primeiro gol marcado durante partida contra Inglaterra pelo Grupo D da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo. 19/06/2014. REUTERS/Damir Sagolj

Humilhadas pela surpreendente Costa Rica, ambas as seleções chegam à última rodada da fase de grupos com três pontos. Mas enquanto o Uruguai precisa desesperadamente de uma vitória para avançar às oitavas, a Itália tem melhor saldo de gols e precisaria apenas de um empate.

O Uruguai está embalado pelo espetacular retorno de Suárez, que destroçou as esperanças da Inglaterra na semana passada ao fazer dois gols na vitória por 2 x 1 que marcou sua volta aos gramados, depois de uma cirurgia no menisco, e evitou a eliminação da “Celeste”.

O time sul-americano vai tentar neutralizar, no jogo de terça na Arena das Dunas, em Natal, o maestro do meio-campo italiano Andrea Pirlo, especialista em passes precisos que costumam deixar o atacante Mario Balotelli de cara para o gol.

A fórmula funcionou na semana passada contra a Inglaterra, quando o atacante Edinson Cavani e o meia Egidio Arévolo Ríos asfixiaram o meia inglês Steven Gerrard.

O Uruguai vai apostar novamente no instinto animal do goleador Suárez, que diante da Inglaterra converteu as duas oportunidades que teve, ambas provenientes de Cavani.

“Esperamos um teste muito duro, mas, modestamente, creio que temos chances”, disse o técnico uruguaio, Oscar Tabárez.

“Contra a Inglaterra não fomos passear no shopping”, afirmou em um raro comentário irônico, “fomos jogar sabendo o que estava em jogo. Este grupo já demonstrou muitas vezes que responde sob pressão.”

E, mais uma vez, pressão é o que não falta.

Sem o meia Daniele de Rossi, com uma lesão na perna, o técnico Cesare Prandelli deve apostar em um esquema 3-5-2, com Ciro Immobile formando a dupla de ataque com Balotelli.

Após derrotar a Inglaterra e ser derrotada pela Costa Rica por 1 x 0, a Italia confia na genialidade de Pirlo para comandar o jogo no meio-campo e tentar aproveitar as oportunidades de contra-ataque provenientes do jogo ofensivo do Uruguai.

Precisamos de coração quente e cabeça fria”, disse o goleiro e capitão italiano Gianluigi Buffon.

“Temos que jogar uma grande partida, por isso não devemos perder a autoestima e a confiança em nós mesmos”, acrescentou o veterano goleiro da Juventus.

Tabárez insinuou que poderia voltar a colocar Maxi Pereira em campos, após ele ter cumprido a suspensão por um jogo por causa da expulsão durante a vitória por 3 x 1 contra a Costa Rica. E com o capitão Lugano ainda se recuperando de dores no joelho, o jovem defensor Josá María Giménez voltaria a ser titular na zaga uruguaia.

O Uruguai pode enfrentar a Itália com um esquema em 4-4-2, com Suárez atacando pela direita e Cavani pela esquerda, ou com uma tática um pouco mais ofensiva, com o meia Nicolás Lodeiro mais avançado.

Com a Costa Rica já classificada, o segundo colocado no Grupo D deve enfrentar o líder do Grupo C, possivelmente a Colômbia, na partida das oitavas marcada para 28 de junho no Maracanã.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below