7 de Setembro de 2014 / às 16:34 / em 3 anos

Williams confirma Bottas e Massa para 2015

MONZA Itália (Reuters) - O brasileiro Felipe Massa e o finlandês Valtteri Bottas vão continuar na Williams em 2015, anunciou a equipe de Fórmula 1 neste domingo, no que deve ter sido uma das decisões mais fáceis da temporada.

“Foi fácil fazer essa escolha”, admitiu a vice-diretora Claire Williams, antes do GP da Itália, em Monza. “Eu acho que os dois mostraram que podem fazer o que precisamos que eles façam”.

Massa foi para a Williams da Ferrari ao final da temporada de 2013, enquanto Bottas está ligado à equipe há cinco anos e estreou na temporada passada, e tem apresentado um grande desempenho em um campeonato atual em que a Williams voltou às primeiras posições.

A Williams ultrapassou a Ferrari no Mundial de Construtores, subindo para terceiro, depois da corrida na Itália, em que Massa terminou em terceiro lugar e Bottas ficou uma posição atrás.

“A equipe está tendo uma temporada 2014 muito melhor, e a habilidade dos nossos pilotos e o que eles passam de informações para os engenheiros provaram-se cruciais nesse processo”, disse o fundador do time, Frank Williams, que descreveu Bottas como um “investimento” para o futuro. 

“Esse anúncio nos dá grande estabilidade para 2015, mas certamente estamos nos concentrando em tentar maximizar o potencial do FW36 para as últimas sete corridas da temporada”, acrescentou.

A equipe é a segunda mais bem sucedida em títulos de construtores, depois da Ferrari, com nove entre 1980 e 1997, e a última corrida que venceu foi com o venezuelano Pastor Maldonado, em 2012.

O último título de pilotos do time foi com o canadense Jacques Villeneuve, em 1997. 

O novo contrato provavelmente terá um aumento substancial para Bottas, apesar de a Williams não divulgar nenhum detalhe financeiro, porque o finlandês já está no radar de equipes rivais. 

Massa, vice-campeão de 2008, é um ponto de referência muito importante e está revigorado depois de anos na Ferrari sob a sombra dos campeões mundiais Michael Schumacher, Kimi Raikkonen e Fernando Alonso. 

“São uma equipe incrível, pessoas fantásticas, são como uma família”, disse no domingo. “Estamos deixando esse time cada vez mais forte, cada vez maior”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below