13 de Dezembro de 2014 / às 15:17 / em 3 anos

Sou o homem certo para comandar o Liverpool, diz Brendan Rodgers

LONDRES (Reuters) - O técnico do Liverpool, Brendan Rodgers, insiste ser o homem certo para o trabalho em meio a grande pressão que vem sofrendo depois de um início de temporada fraco do time e com o clássico contra o arquirrival Manchester United pela frente, neste domingo.

O time de Rodgers ocupa atualmente a nona colocação no Campeonato Inglês com 21 pontos, 15 atrás do líder Chelsea, e vem sofrendo para reencontrar a boa forma que o levou ao segundo lugar na temporada passada.

O Liverpool visita o Old Trafford tendo vencido apenas dois de seus seis jogos na liga e depois de ter sido eliminado precocemente da Liga dos Campeões, ainda na fase de grupos, depois do empate por 1 x 1, em casa, diante do Basel, na terça-feira.

“Acho que a mensagem para mim está muito clara. Não acredito que existiria alguém melhor para fazer este trabalho aqui”, afirmou Rodgers.

“Sete meses atrás, nós quase conquistamos o título inesperadamente, tive tempo de trabalhar com os jogadores e conseguimos levá-los além, onde o clube esteve há muito tempo.”

“Este foi um começo difícil, com novos jogadores, menos tempo de treino, jovens atletas; nós estamos, virtualmente, começando de novo.”

“Não acho que há alguém mais bem preparado para lidar com isso, tendo estado aqui nos últimos dois anos e meio e vivendo o que este clube é, vendo o que conseguimos com esses jogadores sempre que estamos no nosso melhor”, declarou Rodgers.

Uma viagem para Manchester trará uma perspectiva sombria para o Liverpool, com a equipe de Louis van Gaal tendo vencido seus últimos cinco jogos no campeonato, o que levou o United à terceira posição na tabela.

O atacante do United Robin van Persie superou seu início de temporada problemático para marcar três vezes nos últimos jogos, incluindo os dois na vitória por 2 x 1 em cima do Southampton, na segunda-feira.

“Foi um início difícil de temporada. É complicado talvez retomar a normalidade logo depois de uma Copa do Mundo”, disse o holandês de 31 anos ao MUTV.

“Não acho que seja uma questão de idade. Ao longo das últimas duas semanas, tenho me sentido muito bem fisicamente. Eu me sinto bem e não acredito que seja uma coincidência que os gols estejam fluindo muito melhor agora.”

Reportagem de Sam Holden

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below