18 de Fevereiro de 2015 / às 13:27 / em 3 anos

A culpa é toda nossa, diz Bayern após empate sem gols com Shakhtar

(Reuters) - Dominante no primeiro tempo mas vacilante e ineficaz no segundo, o Bayern de Munique culpou a si mesmo pelo empate sem gols com o Shakhtar Donetsk na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões na terça-feira.

Boateng (camisa 17) do Bayern de Munique em discussão com Fernando, do Shakhtar Donetsk, durante partida em Lviv. 17/02/2015 REUTERS/Valentyn Ogirenko

Os bávaros tiveram as melhores chances de marcar e só deixaram o adversário chutar a gol uma vez, mas não souberan aproveitar sua superioridade, errando o passe final diante da rede dos rivais.

    “Agora está claro. Temos que vencer em Munique. Nada mais serve”, disse o lateral holandês Arjen Robben. “Fizemos um primeiro tempo bom e tivemos nossas chances. Você precisa usá-las quando as tem”, afirmou.

    “É uma pena, porque teria sido mais fácil. Foi nossa culpa”, acrescentou.

    Os campeões alemães foram eficientes anulando o Shakhtar, que disputava sua primeira partida em dois meses, e bloquearam os caminhos que seus adversários tentaram repetidamente utilizar nos contra-ataques.

O Bayern, que almeja sua sexta Liga Europa, ainda é o favorito para progredir diante dos ucranianos, obrigados a jogar na cidade de Lviv, no oeste da Ucrânia, já que sua cidade natal está envolvida nos combates com a Rússia.

Mas novamente o time alemão foi incapaz de repetir sua atuação do início da temporada ou da surra de 8 x 0 sobre o Hamburgo no Campeonato Alemão no sábado, e irá enfrentar o Shakhtar sem o meio-campista Xabi Alonso, que recebeu um segundo cartão amarelo.

Sua escalação ao lado de Bastian Schweinsteiger já gerava polêmica antes do jogo, e houve quem perguntasse se a dupla deveria estar em campo ou se o time seria mais eficaz só com um deles.

A decisão do técnico, Pep Guardiola, de convocar ambos se mostrou correta até faltarem 25 minutos para o final, quando o meio-campista foi expulso.

Guardiola, que quer conquistar a Liga dos Campeões em sua segunda temporada no Bayern, admitiu que sua equipe não foi agressiva o suficiente e que irá precisar trabalhar mais duro na partida de volta em casa no mês que vem.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below