23 de Fevereiro de 2015 / às 13:57 / em 3 anos

Coreia do Norte impede estrangeiros de correrem maratona por medo do Ebola

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte proibiu a participação de estrangeiros em uma maratona internacional a ser realizada na capital em abril, citando temores sobre a propagação do vírus Ebola, informaram agências especializadas em excursões no país recluso nesta segunda-feira.

A Coreia do Norte está a milhares de quilômetros do epicentro do surto de Ebola, no oeste da África, e não relatou nenhum caso da doença, que já matou mais de nove mil pessoas.

Entretanto, suas fronteiras permanecem fechadas para turistas estrangeiros desde outubro passado devido ao receio da disseminação do vírus, e o país impõe uma quarentena rígida de 21 dias para agentes de saúde e diplomatas estrangeiros, que foram ordenados a se manter nos complexos das embaixadas.

“Nossos parceiros norte-coreanoa em Pyongyang nos contactaram nesta manhã com a notícia de que a Maratona de Pyongyang 2015 foi –a partir de hoje– vedada a corredores estrangeiros amadores e profissionais”, disse Nick Bonner, diretor da Koryo Tours, sediada em Pequim, à Reuters em um comunicado por email.

Pyongyang realiza uma maratona internacional quase todo ano desde 1981. Participantes estrangeiros amadores tiveram permissão de correr pela primeira vez no ano passado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below