14 de Março de 2015 / às 13:17 / em 3 anos

Mercedes mantém domínio e Hamilton conquista a pole na Austrália; Massa é 3º

MELBOURNE (Reuters) - O atual campeão mundial, Lewis Hamilton, conquistou, neste sábado, a pole position para o GP da Austrália, que abre a temporada da Fórmula 1, ficando à frente de seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, provando que as Flechas de Prata continuam dominando a categoria.

O britânico fez a volta mais rápida em 1min26s327, superando o tempo de Rosberg por quase seis décimos de segundo, enquanto o brasileiro Felipe Massa classificou a sua Williams em terceiro lugar.

Hamilton manteve o domínio na sessão final e voltou à pista para cravar sua 39ª pole na carreira em uma tarde com muito vento em Albert Park.

“Foi um grande início de final de semana”, disse Hamilton aos repórteres, após conquistar a sua primeira pole desde o GP da Rússia, em outubro passado.

A pole do bicampeão mundial foi a 12ª consecutiva da Mercedes e uma vitória na corrida de domingo pareceria uma formalidade para o time que venceu 16 das 19 provas no ano passado.

Rosberg ficou à frente de Hamilton em duas das três sessões de treinos, mas travou e rodou na grama durante o Q3, após reclamar de uma falha no motor de sua Mercedes no Q2.

Entretanto, o vice-campeão da temporada passada culpou a si mesmo por ser superado por Hamilton.“Hoje não foi um grande dia”, afirmou ele. “Para mim, a velocidade estava lá. Eu apenas não consegui fazer tudo funcionar.”

O tetracampeão Sebastian Vettel vai largar em quarto no grid em sua estreia pela Ferrari, com seu companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, em quinto.

Valtteri Bottas sai em sexto com a outra Williams, embora o finlandês irá lamentar um erro na reta final que o tirou a chance de conseguir um lugar na segunda fila do grid.

O final de semana sombrio da McLaren continuou, após uma temporada problemática de testes durante o inverno europeu, com Jenson Button e Kevin Magnussen largando no final do grid depois de não terem se classificado entre os 15 carros que disputaram o Q2.

A Red Bull também não encontrou o seu melhor ritmo e o australiano Daniel Ricciardo reclamou da falta de potência de seu carro. Ele vai largar em sétimo, enquanto seu companheiro, o russo Daniil Kvyat, sai em 13º após ser eliminado no Q2.

Tendo travado uma batalha legal com Giedo van der Garde durante toda a semana, a Sauber mandou seus pilotos, Marcus Ericsson e o brasileiro Felipe Nasr, para a pista depois que o holandês abriu mão de seu assento em Albert Park. O sueco Ericssson foi eliminado no Q1 e larga em 16º no grid, na frente dos carros da McLaren, com o brasileiro cinco posições à frente.

Apenas 18 carros irão disputar a corrida de domingo, pois a Manor Marussia não foi capaz de colocar os espanhol Roberto Merhi e o britânico Will Stevens na pista nem para o treino classificatório nem nas sessões livres.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below