11 de Dezembro de 2015 / às 21:19 / 2 anos atrás

Blatter rejeita denúncia de Beckenbauer sobre Copa na Alemanha

LAUSANNE, Suíça (Reuters) - O presidente suspenso da Fifa, Joseph Blatter, se recusou a apoiar a acusação de Franz Beckenbauer de que os organizadores da Copa do Mundo da Alemanha de 2006 tiveram que pagar à entidade que controla o futebol mundial uma quantia em dinheiro para conseguir receber um pagamento maior, chamando a alegação de absurda.

Beckenbauer, que era o chefe da organização da Copa do Mundo de 2006, afirmou que o polêmico pagamento de 6,7 milhões de euros para a entidade mundial do futebol, atualmente sob investigação de um promotor alemão, foi feito para liberar um pagamento de 170 milhões de euros que tinha como objetivo ajudar os organizadores na preparação do torneio.

O tema tem abalado o futebol alemão, com Beckenbauer, figura emblemática do esporte no país e campeão mundial como jogador e técnico, no coração do escândalo.

Blatter, em trechos de uma entrevista à revista alemã Der Spiegel publicada nesta sexta-feira, afirmou que os organizadores da Copa do Mundo da Alemanha deveriam investigar e ir até o fim do caso.

”Isso é absurdo”, afirmou Blatter, acrescentando que a contribuição de 170 milhões de euros para a Copa nunca esteve amarrada a nenhuma condição.

”Pagar dinheiro para ter dinheiro? Não. Isso não existe na Fifa”, declarou Blatter, que está suspenso ao mesmo tempo que a entidade é investigada por um escândalo de corrupção mais amplo e que dezenas de seus dirigentes estão presos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below