May 9, 2017 / 7:50 PM / a year ago

Investigador de ética e juiz de ética da Fifa são substituídos, diz fonte

MANAMA (Reuters) - O principal investigador de ética e o juiz de ética da Fifa foram substituídos pelo Conselho da Fifa, disse nesta terça-feira uma fonte da entidade que controla o futebol mundial.

Logo da Fifa na sede em Zurique 7/10/2015 REUTERS/Arnd Wiegmann

O juiz de ética Hans-Joachim Eckert e o investigador-chefe Cornel Borbely não terão renovados os seus mandatos, que vão até o congresso da Fifa na quinta-feira, apesar de expressarem o desejo de continuar seu trabalho de limpeza na Fifa.

Durante o período em que estiveram a cargo do Comitê de Ética da Fifa, os dois supervisionaram a suspensão e a expulsão de uma série de dirigentes, incluindo o ex-presidente da Fifa Joseph Blatter e o ex-secretário-geral Jérôme Valcke.

A investigadora colombiana Maria Claudia Rojas é a nova chefe do órgão de investigação, com Vassilios Skouris, da Grécia, ex-presidente do Tribunal Europeu de Justiça, assumindo a direção da câmara de julgamento.

A Fifa deve fazer uma declaração ainda nesta terça-feira com detalhes sobre a decisão. Borbely e Eckert não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

O movimento segue a demissão do ex-chefe de reforma e observância Domenico Scala, no ano passado, que argumentou que os comitês independentes foram prejudicados por mudanças feitas pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino. Infantino nega.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below