June 26, 2017 / 11:54 PM / a year ago

Mercedes não irá apontar culpados após problema em encosto de cabeça

LONDRES (Reuters) - A campeã mundial de Fórmula 1 Mercedes se recusou a participar do jogo de atribuições de culpa nesta segunda-feira, à medida que buscava respostas para uma falha no encosto de cabeça que custou uma vitória no Azerbaijão a Lewis Hamilton.

Lewis Hamilton chega para o Grande Prêmio do Azerbaijão, em Baku 25/06/2017 REUTERS/David Mdzinarishvili

O tricampeão estava liderando confortavelmente a corrida repleta de acontecimentos quando o material do encosto de cabeça se soltou, forçando uma ida ao pit por razões de segurança e tirando o piloto do pódio.

O Azerbaijão era a única prova no atual calendário que o britânico, que terminou em quinto, ainda não venceu. O contratempo deixou o piloto 14 pontos atrás do líder do campeonato, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari.

Sem contratempos com o encosto de cabeça, Hamilton estaria liderando o campeonato, após Vettel terminar em quarto, depois de uma penalidade por bater rodas com seu rival enquanto seguia o safety car.

O chefe da equipe, Toto Wolff, enfatizou no domingo que a equipe não irá culpar ninguém pelo erro.

“Esta equipe venceu três campeonatos mundiais e não irei apontar o dedo para nem mesmo uma pessoa”, disse o austríaco a repórteres.

    (Reportagem de Alan Baldwin)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below