July 9, 2017 / 6:12 PM / a year ago

Nós decepcionamos Hamilton, afirma chefe da Mercedes

SPIELBERG, Áustria (Reuters) - A atual equipe campeã da Fórmula 1, a Mercedes, decepcionou Lewis Hamilton, mas nada ainda está decidido, afirmou o chefe Toto Wolff, neste domingo, depois de o britânico ficar mais distante da briga pelo título.

Hamilton largou em oitavo lugar na Áustria, graças a uma punição de cinco posições no grid por uma troca de caixa de câmbio, e terminou em quarto, atrás do companheiro de equipe finlandês Valtteri Bottas, que ganhou a corrida.

O britânico venceu esta mesma prova ano passado.

O líder do mundial de pilotos, Sebastian Vettel, por sua vez, aumentou a distância para Hamilton de 14 para 20 pontos, depois de chegar em segundo lugar.

Na corrida anterior, no Azerbaijão, em junho, Hamilton perdeu o que parecia ser uma vitória certa partindo da pole position por ter precisado parar nos boxes para consertar o apoio da cabeça. Terminou em quinto, com Vettel em quarto.

“Na minha opinião, Lewis teve todo o azar que você pode ter”, disse Wolff a repórteres.

“Nós o decepcionamos com o apoio da cabeça, nós o decepcionamos com a caixa de câmbio. Agora, é hora de lutarmos para recuperar e espero que isso aconteça em Silverstone”.

Silverstone, a corrida que Hamilton disputa em casa, será no próximo fim de semana.

“Em geral, eu acho que ele não tem se divertido muito recentemente. Ele não se divertiu na corrida deste domingo porque estava sofrendo com o carro e os pneus, ele não se divertiu com os problemas da caixa de câmbio e com o apoio da cabeça”, disse Wolff.

“Então, está na hora de mudar isso, temos que mudar o momento”.

Vettel e Hamilton venceram três corridas cada um nesta temporada e marcaram pontos em todas as provas, mas Hamilton tem sido menos consistente.

O tricampeão mundial terminou no pódio quatro vezes em nove corridas, com o ponto mais baixo sendo a sétima posição em Mônaco, enquanto Vettel só não ficou entre os três primeiros duas vezes - no Canadá e no Azerbaijão.

Se ele pareceu uma figura abatida depois da prova, é porque, segundo ele, alguns dias são mais dolorosos que outros pelo que poderia ter acontecido e pelo esforço para controlar os danos.

“Claro que é um golpe”, afirmou, em relação aos pontos perdidos para Vettel. “Vinte pontos atrás são 20 pontos. Não é ótimo. Mas poderia ter sido 30”.

“Não acho que haja um clamor para que eu faça qualquer coisa que eu já não esteja fazendo”, acrescentou. “Não é que o time não está ao meu lado ou trabalhando duro ou que eu não estou pressionando-os o bastante”.

“Eu só preciso continuar pilotando da maneira que eu estou e torcer para as coisas melhorarem”. 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below