July 27, 2017 / 8:18 PM / a year ago

Etiene Medeiros vence 50m costas e é 1ª brasileira a ganhar ouro em piscina em Mundial

(Reuters) - Etiene Medeiros tornou-se a primeira brasileira a conquistar medalha de ouro em um Mundial de Esportes Aquáticos em provas disputadas em piscinas longas, nesta quinta-feira, ao vencer os 50 metros costas em Budapeste, superando a chinesa Fu Yuanhui em uma prova muito disputada.

Brasileira Etiene Medeiros comemora ouro no Mundial de Budapest 27/07/2017 REUTERS/Michael Dalder

A brasileira cravou 27s14, recorde das Américas, contra 27s15 da chinesa. Aliaksandra Herasimenia, de Belarus, ficou em terceiro, com o tempo de 27s23.

“Antes de entrar, a chinesa virou pra trás e me desejou boa prova. Ela nunca fez isso... Isso até ajudou a entrar mais relaxada”, disse Etiene, segundo o site da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

“Primeiro ouro em piscina longa... Muita coisa a gente tem que aprender. Precisamos aprender a ser mais unidos, a querer que o outro vença. Fora d’água também faz a diferença”, acrescentou a nadadora de 26 anos.

Não é a primeira vez que Etiene conquista um resultado histórico. A pernambucana foi também a primeira brasileira a subir no pódio de um Mundial Júnior, com uma prata em 2008, e depois foi a primeira a ir ao pódio adulto ao vencer com recorde o Mundial em Piscina Curta de Doha, em 2014.

Etiene foi ainda a primeira brasileira a ganhar uma medalha de ouro na natação em Jogos Pan-Americanos, feito conquistado em 2015 nos 100 metros costas.

“Estou mais madura. Mesmo não nadando outras provas antes eu consegui nadar bem. Sinto que estou mesmo mais madura, aprendendo a transformar o que não foi bom em aprendizado”, declarou ela.

Essa é a quarta medalha da natação conquistada pelo Brasil no Mundial de Budapeste. O país levou prata no revezamento 4x100m, com Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Cesar Cielo e Bruno Fratus, prata nos 50m borboleta com Nicholas Santos e prata nos 50m peito com João Gomes Junior.

Também no Mundial de Budapeste, a brasileira Ana Marcela Cunha ganhou medalha de ouro na maratona aquática, conquistando o tricampeonato da prova.

Por Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below