October 17, 2017 / 1:18 PM / a year ago

COI se diz decepcionado com rejeição de Innsbruck a Jogos de Inverno, mas ainda espera boas propostas

(Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) disse nesta terça-feira que está decepcionado com a derrota dos planos de Innsbruck de organizar a Olimpíada de Inverno de 2026 em um referendo no fim de semana, e membros do movimento olímpico disseram que outra edição dos Jogos dividida entre duas cidades pode se uma opção.

Cidade de Innsbruck, Áustria 21/4/2017 REUTERS/Dominic Ebenbichler

Nos últimos anos o COI tem tido dificuldade para convencer sedes em potencial sobre os benefícios de se receber os Jogos, e mais de 10 cidades já desistiram de se candidatar às Olimpíadas de Verão e Inverno de 2022, 2024 e 2026.

Na tentativa de garantir o futuro de longo prazo do evento, em setembro o COI concedeu as Olimpíadas de Verão de 2024 e de 2028 a Paris e Los Angeles – até por elas serem as únicas candidatas ainda no páreo.

“O COI teria gostado de continuar suas conversas preliminares exploratórias com Innsbruck”, disse um porta-voz da entidade.

“O COI compartilha a decepção com o Comitê Olímpico Austríaco, os muitos atletas que apoiavam a candidatura e os organizadores do projeto que trabalharam nele com tanta energia e comprometimento”.

“Este teria sido um fundamento sólido para desenvolver uma candidatura excelente para Jogos Olímpicos de Inverno sustentáveis”.

A cidade austríaca alpina, que sediou as Olimpíadas de Inverno de 1964 e 1976, além dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude de 2012, viu seus planos para 2026 descarrilarem no domingo, quando 53 por cento dos eleitores votaram contra a candidatura em um referendo.

“O COI continuará suas conversas exploratórias com CONs (Comitês Olímpicos Nacionais) interessados e cidades da América, Ásia e Europa dentro do formato de seu novo processo de candidaturas”, disse o funcionário do COI.

“Estamos certos de que uma cidade-sede excelente para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2016 emergirá do processo”.

Propostas de Suíça, Cazaquistão, Turquia, Japão, Canadá e Estados Unidos ainda são prováveis para 2026. O processo de candidaturas terá início em 2018 e uma decisão será tomada em 2019.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below