January 26, 2018 / 7:01 PM / 8 months ago

Zidane garante que segue motivado para tirar Real Madrid de fase ruim

MADRI (Reuters) - O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, disse nesta sexta-feira que pediria demissão imediatamente se sentisse que não conseguiria mais motivar seus jogadores em meio a uma crise no clube.

Soccer Football - Spanish King's Cup - Real Madrid vs Leganes - Quarter Final Second Leg - Santiago Bernabeu, Madrid, Spain - January 24, 2018 Real Madrid coach Zinedine Zidane before the match REUTERS/Juan Medina - RC182CE73820

O atual campeão europeu e espanhol foi eliminado da Copa do Rei pelo modesto Leganés, após perder por 2 x 1 no estádio Santiago Bernabéu na quarta-feira.

A equipe está em quarto lugar no Campeonato Espanhol, 19 pontos atrás do líder Barcelona, ​​e seus problemas foram agravados na sexta-feira por lesões do capitão Sergio Ramos e do meio-campista Isco, que perderão o jogo de sábado contra o Valencia, terceiro colocado.

Zidane forneceu uma mensagem de desafio em uma entrevista coletiva na sexta-feira, em meio a repetidas questões sobre o declínio da equipe.

“Se eu pensasse que minha mensagem não estava sendo transmitida, eu sairia daqui amanhã”, disse Zidane.

O francês, recentemente, foi saudado como um super técnico ao lidar com o vestiário famoso do Real e liderar o time em triunfos históricos consecutivos da Liga dos Campeões, além de ganhar o título espanhol após cinco anos.

Suas qualidades de treinador foram postas em dúvida nesta temporada, no entanto, uma vez que não tem conseguido recuperar a equipe, que perdeu três e empatou dois de seus últimos oito jogos em todas as competições.

A única chance realista de salvar a péssima temporada é na Liga dos Campeões, em que eles enfrentam o líder do Campeonato Francês, Paris Saint-Germain, pelas oitavas de final.

“O futebol está cheio de bons e maus momentos e tenho que tentar mudar esta situação e ainda me sinto forte”, acrescentou Zidane.

“Se eu não tivesse assim, haveria um problema. Vou continuar fazendo esse trabalho com esperança e continuar tentando melhorar como treinador. Ninguém vai me tirar o prazer de trabalhar até o último dia”, disse.

“É assim também para os jogadores, não é culpa deles. Existem muitos fatores a considerar, não apenas o resultado”, completou.

Reportagem de Richard Martin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below