March 26, 2018 / 6:16 PM / 6 months ago

Tite admite "fantasminha" e desejo de enfrentar Alemanha antes da Copa

(Reuters) - A seleção brasileira vai enfrentar o maior teste emocional da era Tite contra a Alemanha na terça-feira, em Berlim, reconheceu o treinador brasileiro, que classificou a adversária como um “fantasminha” que persegue o Brasil desde o 7 x 1 na Copa do Mundo de 2014.

Tite durante treino do Brasil em Berlim 26/3/2018 REUTERS/Fabrizio Bensch

Considerado um gestor de pessoas, Tite revelou que o amistoso contra os alemães foi marcado para antes da Copa da Rússia estrategicamente. Desde 2014, as seleções principais não se enfrentaram, mas Brasil e Alemanha se encontraram na final olímpica de 2016, quando os brasileiros ganharam o inédito ouro em casa.

“É um jogo mentalmente forte porque é cercado de expectativas”, disse Tite a jornalistas nesta segunda-feira. “Você vem para cá e é inevitável relembrar o título mundial, resultado e tem um componente inegável.”

“É importante para nós fazer esse enfrentamento antes como maturidade. A gente carrega esse fantasminha do resultado do 7 x 1 todo dia aqui. Convivo com ele e amanhã podemos passar mais essa etapa”, declarou.

O jogo em Berlim marcará também uma mudança na formação do Brasil em relação ao que venceu a Rússia por 3 x 0 na semana passada. O meia-atacante Douglas Costa deixa o time para a entrada de Fernandinho. O Brasil terá uma formação mais compacta diante de um time mais forte, que vai poupar alguns de seus astros.

“O Fernandinho pode jogar como articulador sim e vem jogando assim no City”, afirmou Tite.

O treinador disse que quer observar a dupla Casemiro e Fernandinho, já que os dois ainda não começaram juntos uma partida. Com Fernandinho e sem Douglas Costa, Coutinho volta a jogar aberto pelo lado esquerdo em vez de centralizado como foi contra os russos.

O técnico brasileiro, que sempre promove um rodízio de capitães, escolheu o experiente Daniel Alves para usar a braçadeira diante dos alemães.

O Brasil vai a campo com Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Paulinho; Coutinho, Willian e Gabriel Jesus.

Por Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below