March 27, 2018 / 4:18 PM / 8 months ago

Ex-reitor de universidade dos EUA ligado a abuso de ginastas é denunciado no Michigan

Ginasta campeã olímpica dos EUA e vítima de escândalo de abuso sexual Aly Raisman depõe durante depoimento do ex-médico da equipe norte-americana Larry Nassar 19/01/2018 REUTERS/Brendan McDermid

DETROIT (Reuters) - Procuradores do Estado norte-americano do Michigan denunciaram nesta terça-feira um ex-reitor de universidade que supervisionava o médico no centro de um escândalo de abuso sexual de ginastas.

Em documentos legais apresentados ao tribunal estadual distrital de East Lansing, os procuradores disseram que uma aluna da Universidade Estadual do Michigan acusou William Strampel, ex-reitor da Faculdade de Medicina Osteopática de 70 anos, de contato sexual forçado.

Strampel supervisionava Larry Nassar, ex-médico da seleção norte-americana de ginástica que foi condenado à prisão por abusar sexualmente de ginastas do sexo feminino. Strampel agora enfrenta acusações que vão além do escândalo com atletas e incluem ações impróprias dele com alunas de medicina.

O escândalo de Nassar reverberou muito além de Michigan, provocando investigações sobre a razão de o Comitê Olímpico dos Estados Unidos, a seleção norte-americana de ginástica e a universidade não terem investigado queixas de anos atrás.

Reportagem de Ben Klayman e Dan Whitcomb em Los Angeles; reportagem adicional de Gina Cherelus em Nova York

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below