April 11, 2018 / 3:27 PM / 8 months ago

Conservadorismo de Valverde é criticado após "fracasso histórico" do Barcelona

BARCELONA (Reuters) - O conservadorismo do técnico do Barcelona, Ernesto Valverde, foi citado pela mídia espanhola como principal motivo para sua derrota por 3 x 0 para a Roma na terça-feira, que levou a uma chocante eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões, vista como “um fracasso histórico”.

O Barça derrotou o Manchester United na final da Liga dos Campeões de 2009 no estádio Olímpico, mas o lugar agora será lembrado como o cenário de uma de suas maiores humilhações, depois de perder sua vantagem de 4 x 1 do jogo de ida.

Valverde também foi criticado por sua incapacidade de reagir ao domínio da Roma, depois que o time italiano assumiu uma liderança inicial com Edin Dzeko, antes de o pênalti de Daniele de Rossi e do gol de cabeça de Kostas Manolas garantirem a vitória aos italianos.

“O conservadorismo de Valverde teve seu preço”, disse o jornal Marca, criticando o técnico por não fazer uma rotação da equipe nos jogos da liga local, apesar de praticamente já ter conquistado o título do Campeonato Espanhol, deixando seus jogadores sobrecarregados.

“Por tentar evitar perder a liga quando ela já estava praticamente ganha, ele esgotou seus jogadores. A falta de vigor era evidente e não apenas naquela noite, você podia ver isso chegando”, acrescentou o jornal.

Reportagem de Richard Martin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below