May 11, 2018 / 8:09 PM / 4 months ago

Rússia barra jornalista alemão especializado em anti-doping da Copa do Mundo

BERLIM (Reuters) - A Rússia recusou o credenciamento da Copa do Mundo para um jornalista especializado em investigações de doping ilegal que a emissora pública alemã pediu para incluir em sua equipe de cobertura da próxima Copa, disse a emissora nesta sexta-feira.

A emissora de televisão alemã ARD esperava mandar seu repórter esportivo investigativo, Hajo Seppelt, depois que o esporte russo foi abalado por uma série de escândalos envolvendo seus atletas usando drogas para aumentar a performance em eventos esportivos internacionais.

A emissora disse que Seppelt foi declarado persona non grata, barrado de entrar na Rússia, em resposta ao seu pedido para credenciar o jornalista, que fez reportagens sobre escândalos de doping na Alemanha, China e Quênia, assim como na Rússia.

A recusa do credenciamento para cobrir um importante evento esportivo foi “único na história do jornalismo esportivo da ARD”, declarou a emissora, descrevendo a recusa como uma “violação inaudita da liberdade de imprensa”.

O Comitê de Organização da Copa do Mundo na Rússia e o Ministério de Relações Exteriores russo não responderam imediatamente aos pedidos da Reuters por comentários.

A Copa do Mundo sediada na Rússia começa no mês que vem, após uma série de escândalos de doping nos últimos anos que levaram vários atletas russos a serem impedidos de competir em grandes eventos internacionais e a suspensão de várias federações esportivas russas.

Por Thomas Escritt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below