June 18, 2018 / 1:42 PM / 5 months ago

Coreias do Norte e do Sul enviarão equipes conjuntas aos Jogos Asiáticos

SEUL (Reuters) - As Coreias do Norte e do Sul concordaram nesta segunda-feira em marcharem juntas sob a bandeira de uma península unificada e montar equipes combinadas para competirem nos próximos Jogos Asiáticos, informaram em um comunicado conjunto, o sinal mais recente de uma reaproximação entre os velhos rivais.

Bandeira das Coreias é usada durante reunião dos países, perto da zona desmilitarizada que separa o Norte do Sul, em Paju, Coreia do Sull 27/4/2018 REUTERS/Kim Hong-ji

Os dois lados também combinaram uma rodada de conversas em sua fronteira altamente fortificada para realizar uma partida de basquete na capital norte-coreana Pyongyang no dia 4 de julho, marcando assim o aniversário de um acordo intercoreano sobre a unificação, disseram.

O acordo surge em meio a uma série de conversas que são parte de esforços para fomentar uma reconciliação, como a abertura de linhas telefônicas militares e a marcação de reuniões para familiares de coreanos divididos pela Guerra da Coreia de 1950-53.

Os atletas dos dois lados marcharão juntos sob uma mesma bandeira e o nome “Coreia” nas cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Asiáticos, como fizeram na Olimpíada de Inverno realizada na Coreia do Sul em fevereiro.

Os próximos Jogos Asiáticos acontecerão na Indonésia, entre meados de agosto e o início de setembro.

Os dois países acertaram montar equipes combinadas para o evento e para outras competições internacionais, e realizarão mais reuniões para acertar os detalhes.

O amistoso de basquete acontecerá em Pyongyang no mês que vem e outra partida será disputada em Seul mais perto do final do ano, disseram as Coreias no comunicado.

“Concordamos em promover a cooperação e os contatos esportivos, inclusive treinos e jogos conjuntos”, afirmaram.

A reaproximação das Coreias do Norte e do Sul coincide com um momento em que as relações entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos também melhoraram, apesar da tensão surgida no ano passado em decorrência dos programas nuclear e de mísseis de Pyongyang.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, se encontrou com o presidente dos EUA, Donald Trump, na primeira cúpula da história entre as duas nações na semana passada em Cingapura.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below