June 22, 2018 / 9:10 PM / 5 months ago

Relutante mudança tática rende frutos para Nigéria

VOLGOGRADO, Rússia (Reuters) - Os jogadores da Nigéria precisaram de persuasão para mudarem de posições em uma reestruturação tática, mas o plano do técnico Gernot Rohr rendeu frutos, já que a seleção derrotou a Islândia por 2 x 0 nesta sexta-feira, voltando à disputa por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Jogadores da Nigéria comemoram vitória sobre a Islândia 22/6/2018 REUTERS/Toru Hanai

O capitão John Obi Mikel e Victor Moses tiveram que ser persuadidos a assumirem novas funções, à medida que Rorh lidava com críticas depois da derrota para a Croácia na partida de estreia da Nigéria no Grupo D.

    Obi Mikel foi usado como um meia ofensivo durante a campanha da Nigéria nas eliminatórias, mas uma performance sem brilho em Kaliningrado no sábado fez com que fosse solicitado a assumir uma posição mais defensiva contra Islândia.

    Moses, normalmente autorizado a ficar no ataque pela Nigéria, foi colocado como ala direito mais avançado na partida contra Islândia e após um primeiro tempo morno ajudou sua seleção a conseguir os três pontos, dando a assistência para Ahmed Musa abrir o placar.

    “Nós mudamos nossa estratégia e organização, jogando em 3-5-2 com Victor Moses jogando na posição em que joga no Chelsea e o capitão voltando à posição que desempenha na China e desempenhava no Chelsea antes disto”, disse Rohr a repórteres.

    “Eu acho que deu certo. Eles fizeram isto pelo país, pela equipe. Não foi fácil convencê-los, mas no final eles foram bem. Isso nos deu mais espaço e a velocidade se mostrou decisiva para nós”.

Mas a Nigéria começou lenta no jogo e se tornou a primeira equipe a não ter um chute a gol no primeiro tempo em um jogo da Copa do Mundo desde a Coreia do Sul na partida contra a Argélia, há quatro anos no Brasil.

    “No segundo tempo foi uma equipe diferente porque eles perceberam no intervalo que nós precisávamos de algo mais. Nós jogamos contra um time muito bom da Islândia, que foi melhor no primeiro tempo, mas não marcou, e nós fomos melhores no segundo tempo”, acrescentou Rohr.

    A vitória coloca a Nigéria em segundo no grupo, atrás da Croácia, que já se classificou. A Nigéria precisa evitar uma derrota para a Argentina na terça-feira se quiser ter qualquer chance de avançar à fase de mata-mata.

    (Reportagem de Mark Gleeson)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below