July 1, 2018 / 4:19 PM / 5 months ago

México se apoia em retrospecto recente contra o Brasil para ir às quartas após mais de 30 anos

SAMARA, Rússia (Reuters) - Não há muitos times no mundo do futebol que possuem um histórico moderadamente bem sucedido contra o pentacampeão Brasil, mas nos anos recentes o México mostrou ter o que é preciso para ofuscar a camisa canarinho.

México treina para enfrentar Brasil 1/7/2018 REUTERS/David Gray

Enquanto sete das seleções na fase de mata-mata da Copa do Mundo fracassaram em conseguir uma única vitória sobre o Brasil desde 2000 – embora Espanha, Dinamarca e Bélgica tenham jogado somente uma vez cada contra o Brasil – o México venceu seis das suas 14 disputas com a seleção brasileira no mesmo período de tempo.

Somente a França, que venceu o Brasil três vezes em seis encontros, possui um histórico melhor entre as equipes remanescentes nas oitavas de final.

Mais impressionantemente, o México venceu seis das suas últimas nove partidas competitivas contra o Brasil, perdendo somente duas, e entrará na disputa nas oitavas de final em Samara na segunda-feira com total confiança.

Uma equipe mexicana também superou o Brasil para conquistar a medalha de ouro na Olimpíada de 2012, em Londres, e o México conseguiu um empate sem gols com a seleção anfitriã na fase de grupos da Copa de 2014.

No entanto, em diversas ocasiões no passado, estes sucessos sobre os ilustres rivais do sul se mostraram falsas promessas para o México e frequentemente um catalisador para o Brasil.

A vitória do México por 1 x 0 na Copa América de 2001 é um caso em questão. Foi um torneio desastroso para o Brasil, que foi eliminado por Honduras no começo do reinado de Luiz Felipe Scolari. No entanto, o time venceu a Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul e Japão, somente 12 meses depois.

Da mesma forma, na Copa América de 2007, o México impôs a Dunga sua primeira derrota como técnico do Brasil. O Brasil então avançou e venceu o torneio, enquanto o México perdeu nas semifinais.

HISTÓRICO

O México pode ter feito algumas boas performances durante os anos, mas quando o assunto são partidas importantes, a equipe frequentemente fracassa, como evidenciado por seu abismal histórico recente na fase de mata-mata de Copas do Mundo.

A derrota do México para a Holanda nas oitavas de final em 2014 foi a sexta vez consecutiva que a seleção tricolor foi eliminada na segunda rodada.

O México chegou pela última vez às quartas de final quando sediou o torneio, em 1986, e apesar de ter participado de 15 Copas, só chegou às quartas duas vezes, ambas como anfitrião.

Para conseguir superar os obstáculos e avançar às quartas de final pela primeira vez em mais de 30 anos, o México precisará superar a seleção brasileira usando a mesma organização defensiva e velocidade nos contra-ataques que usou para vencer a Alemanha na fase de grupos.

No entanto, o Brasil não é a Alemanha e possui muito mais criatividade e fluidez no ataque, que pode causar problemas para uma equipe mexicana que ainda se recupera de uma derrota por 3 x 0 para a Suécia, que quase encerrou sua participação na competição.

A disputa promete ser repleta de ação em Samara, com ambas equipes defensivamente suscetíveis à velocidade, enquanto possuem muita agilidade no ataque.

Se o México puder aproveitar o espírito dos resultados recentes contra o Brasil, o time pode registrar a vitória mais impressionante até o momento sobre os ilustres adversários e mudar a história recente do país em Copas do Mundo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below