July 5, 2018 / 11:25 PM / 4 months ago

Jogadores do City de Guardiola dominam quartas de final da Copa do Mundo

SAMARA, Rússia (Reuters) - Com muitos jogadores do Manchester City ainda competindo nas partidas da Copa do Mundo, a influência do time campeão inglês, comandando por Pep Guardiola, está sendo sentida ao redor do globo.

Pep Guardiola e Gabriel Jesus 09/05/2018 Action Images via Reuters/Jason Cairnduff

Com oito seleções se preparando para as quartas de final, grande parte da equipe do City que conquistou o título da Liga Inglesa por uma margem recorde de 19 pontos ainda está competindo na Rússia, tentando fechar a temporada com o prêmio máximo: o título de campeão do mundo.

    Figuras como o capitão do clube, Vincent Kompany, e o meia Kevin De Bruyne se preparam para enfrentar companheiros brasileiros de City como Gabriel Jesus, Danilo e Fernandinho.

    Enquanto isso, os ingleses do clube Kyle Walker, Fabian Delph, Raheem Sterling e John Stones são todos membros essenciais da preparação da seleção comandada por Gareth Southgate para a partida contra a Suécia.

Com o goleiro Ederson, do City, na seleção brasileira, o time inglês possui mais representantes nas quartas de final do que qualquer outro clube, com 11 jogadores ainda na Rússia.

    O Paris Saint-Germain e o Barcelona, campeões das ligas francesa e espanhola, respectivamente, também estão bem representados, com seis jogadores restantes na Copa do Mundo.

O Bayern de Munique, campeão da Liga Alemã, possui somente um representante restante nas quartas de final: o francês Corentin Tolisso.

    A seleção alemã talvez tivesse ido melhor no torneio com a presença do atacante Leroy Sané, do City, em seu elenco. Apesar de 10 gols e 15 assistências na Liga Inglesa pela equipe de Guardiola na temporada passada, o técnico da Alemanha, Joachim Loew, não convocou Sané.

    A Alemanha marcou somente dois gols e deixou a Copa na fase de grupos, com muitos comentaristas especulando o motivo de Sané não ter sido selecionado.

    Não tem sido fácil para todos os jogadores do City, uma vez que o espanhol David Silva e a dupla argentina Nicolás Otamendi e Sergio Aguero não conseguiram replicar suas boas atuações pelo clube na Rússia.

Esta não é a primeira vez que jogadores de um time comandado por Guardiola tem um impacto na Copa do Mundo. Em torneios consecutivos, ele foi técnico dos clubes que foram campeões nos países que venceram a Copa do Mundo – Espanha e Alemanha.

    A Espanha, campeã do mundo em 2010, tinha um elenco contendo sete jogadores treinados por Guardiola, então técnico do Barcelona. Há quatro anos, no Brasil, a equipe do Bayern de Munique treinada pelo técnico espanhol também teve sete representantes na seleção vencedora da Copa.

    Com Guardiola entre os principais técnicos do mundo e com suas equipes possuindo talentos invejáveis, talvez não seja surpresa que sua influência foi sentida no maior evento mundial do futebol.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below