for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Após eliminação na Copa, Hierro corta vínculos com a federação espanhola

MADRI (Reuters) - O treinador interino da seleção da Espanha, Fernando Hierro, cortou vínculos com a Federação Espanhola de Futebol após a desastrosa eliminação da equipe na Copa do Mundo na semana passada, disse a entidade neste domingo.

“Após muitos quilômetros percorridos juntos, a Federação Espanhola de Futebol e Fernando Hierro anunciam o fim de seu relacionamento agora que a Espanha encerrou sua participação na Copa do Mundo”, disse um comunicado divulgado no site da federação (www.sefutbol.com).

“O mais recente treinador da Espanha se recusou a retomar seu antigo cargo de diretor esportivo da federação para procurar novos horizontes e novos desafios profissionais.”

Hierro havia sido nomeado diretor esportivo pela segunda vez em 2017, e acabou inesperadamente alçado ao cargo de treinador da seleção nacional um dia antes do início da Copa do Mundo, quando Julen Lopetegui foi demitido por ter assinado com o Real Madrid durante a preparação.

Sob o comando do ex-zagueiro do Real Madrid, que só tinha tido uma breve experiência como treinador do Real Oviedo, a Espanha ganhou apenas um de seus quatro jogos na Rússia, 1 x 0 sobre o Irã no grupo B, e empatou em 3 x 3 com Portugal e em 2 x 2 com Marrocos.

Mesmo assim, os espanhóis lideraram o grupo B, mas foram eliminados de forma surpreendente nas oitavas de final pela anfitriã Rússia, no último domingo, na disputa de pênaltis após o empate em 1 x 1.

Por Richard Martin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up