July 9, 2018 / 7:28 PM / in 4 months

França está pronta para surpresas táticas da Bélgica, diz Deschamps

SÃO PETERSBURGO (Reuters) - O técnico da França, Didier Deschamps, acredita ter preparado seus jogadores para qualquer surpresa tática que seu rival Roberto Martínez possa usar no confronto com a Bélgica em uma das semifinais da Copa do Mundo, em São Petersburgo, na terça-feira.

Técnico da seleção francesa, Didier Deschmaps 09/07/2018 REUTERS/Dylan Martinez

A Bélgica tem o melhor ataque do torneio, e Martínez surpreendeu ao mudar seu esquema tático na partida das quartas de final contra o Brasil, deixando o muito visado Romelu Lukaku mais recuado para que Kevin de Bruyne pudesse atuar como um “falso nove”.

    As alterações deram resultado, já que os belgas neutralizaram o meio-campo brasileiro e Lukaku e Eden Hazard invadiram com sucesso a defesa brasileira.

De Bruyne aproveitou os espaços abertos no meio-campo enquanto os zagueiros centrais do Brasil eram obrigados a lidar com uma ameaça mais abrangente, e marcou seu primeiro gol no torneio na vitória de 2 x 1.

Como Thomas Meunier está suspenso para a semifinal, Martínez terá que fazer ao menos uma substituição.

“A Bélgica não chegou aqui por acaso. Eles fizeram uma grande partida contra o Brasil com um plano de jogo específico”, disse Deschamps, de 49 anos, em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira. “Será que farão algo semelhante para nós? Provavelmente”.

“O time deles joga para a frente. Eles mantêm essa qualidade em particular, mas contra o Brasil Martínez intensificou o meio-campo... e os brasileiros não conseguiram usar os corredores”, acrescentou.

“Eles atacam muito rápido, então fiz com que meus jogadores estejam preparados para qualquer situação desde o início da partida, e durante a partida também, se ela mudar”.

Deschamps acrescentou que Martínez foi beneficiado pela fundamento sólido herdado de Marc Wilmots, que foi demitido depois que a Bélgica perdeu para o País de Gales nas quartas de final da Euro 2016.

“Não quero ofender Martínez, mas ele, é claro, se beneficiou do trabalho de Wilmots, apesar do fato de que o País de Gales eliminou o time”, disse Deschamps.

“Ele mudou as coisas um pouco, colocou sua própria marca no time, mas tinha um grande potencial com este grupo de jogadores. Não sei se ele o fará, mas o parabenizo por estar em uma semifinal, embora ele tenha que nos enfrentar”.

O atacante Kylian Mbappe, um dos melhores jogadores da seleção francesa na Rússia, não participou dos primeiros 15 minutos de treino aberto à imprensa, mas Deschamps disse que tem todo o elenco à disposição para a partida.

“Ninguém está de fora, embora tenhamos descansado quatro jogadores hoje. Foi uma precaução”, afirmou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below