August 4, 2018 / 6:28 PM / a month ago

ITF avalia que reformulação de US$3 bi da Copa Davis garantirá o futuro do tênis

LONDRES (Reuters) - A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) criticou as acusações de falta de transparência sobre a reformulação da Copa Davis e acredita que os novos planos trarão benefícios de longo prazo para jogadores, nações e patrocinadores.

Em uma carta vista pela Reuters, a Tênis Austrália disse que planeja “votar contra as emendas propostas” em evento da federação que acontece entre 13 e 16 de agosto em Orlando, Flórida, alegando que o processo de reforma está “longe de ser transparente”.

A Federação Europeia de Tênis, órgão regional que representa 50 países membros, também se opôs aos planos da ITF de transformar a Copa Davis, de 118 anos, em um campeonato com 18 equipes a ser disputado em sete dias em novembro de 2019.

A ITF, contudo, disse que a nova aparência da Copa Davis, como a Copa do Mundo, salvaguardará o futuro do esporte, em uma parceria de 3 bilhões de dólares com o grupo de investimento Kosmos e com o apoio de colaboradores de Wimbledon e dos Abertos da França e dos EUA.

“A ITF viajou bastante para consultar todas as partes interessadas no tênis e incorporou esse ‘feedback’ para desenvolver um pacote de reformas para a Copa Davis, que oferece benefícios de longo prazo para jogadores, nações, torcedores, patrocinadores e emissoras”, disse neste sábado a ITF em comunicado.

“Um rigoroso processo de diligência prévia foi realizado por especialistas independentes e a ITF tem total confiança em seu parceiro, Kosmos, para realizar essas mudanças transformacionais.”

A Federação Europeia de Tênis informou que não há clareza sobre como a Kosmos, fundada pelo jogador do Barcelona e da Espanha Gerard Piqué, planeja garantir “120 milhões de dólares por ano, o que seria o acordo de 3 bilhões de dólares em 25 anos”.

A reorganização da Copa Davis pela ITF foi prejudicada depois de ATP anunciar seus planos para introduzir no início de 2020 na Austrália uma Copa do Mundo rival, com 24 equipes, oferecendo 15 milhões de dólares em prêmios, além de pontos no ranking. O plano da ATP é endossado pela Federação Australiana de Tênis. 

Uma Copa Mundial de Equipes foi realizada entre 1978 e 2012 em Duesseldorf, na Alemanha, mas não oferecia pontos no ranking. Espera-se que a nova competição faça parte da preparação para o Aberto da Austrália de janeiro.

Reportagem de Pritha Sarkar

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below