for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cristiano Ronaldo diz querer ressuscitar rivalidade com Messi na Itália

Os jogadores de futebol e adversários Cristiano Ronaldo (à esquerda) e Lionel Messi 23/12/2017 REUTERS

(Reuters) - Cristiano Ronaldo, atacante da Juventus, gostaria que Lionel Messi, do Barcelona, deixasse a Espanha e ressuscitasse a rivalidade entre os dois unindo-se a ele na elite do Campeonato Italiano.

Ronaldo migrou para a atual campeã da liga italiana por 100 milhões de euros (113,76 milhões de dólares) em julho, depois de passar nove temporadas repletas de troféus no Real Madrid.

Messi e Ronaldo dominam o futebol global há uma década – cada um deles conquistou a Bola de Ouro cinco vezes até Luka Modric, meio-campista da Croácia, romper com o padrão ficando com o prêmio cobiçado neste ano.

“Eu gostaria que ele (Messi) viesse para a Itália um dia”, disse Ronaldo aos repórteres. “Espero que ele aceite o desafio como eu, mas se ele estiver feliz lá eu respeito isso”.

Indagado se sente falta de sua rivalidade como Messi, Ronaldo sugeriu que pode ser o contrário.

“Não, talvez seja ele que sinta minha falta”, respondeu. “Joguei na Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal e para minha seleção, enquanto ele continua na Espanha. Talvez ele precise mais de mim”.

Por Simon Jennings

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up