for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Iaaf mantém suspensão de atletismo russo devido a escândalo de doping

Logo da agência antidoping da Rússia, em Moscou 20/09/2018 REUTERS/Maxim Shemetov

DOHA (Reuters) - A Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf) decidiu manter a suspensão da federação de atletismo da Rússia devida à prática de doping, dizendo nesta segunda-feira que ainda espera dados coletados por Moscou e uma indenização financeira por suas investigações.

A federação de atletismo da Rússia (Rusaf) está suspensa desde 2015 em função de um relatório da Agência Mundial Antidoping (Wada) que revelou indícios de doping generalizado no esporte.

O conselho administrativo da Iaaf debateu a possibilidade de revogar a suspensão em uma reunião realizada em Doha no domingo e nesta segunda-feira, mas Rune Andersen, chefe da força-tarefa da Iaaf para a Rússia, disse que Moscou ainda não cumpriu todas as exigências.

As autoridades russas negaram que o programa de doping tivesse patrocínio estatal, mas reconheceram que funcionários graduados se envolveram no fornecimento de substâncias proibidas a atletas, interferindo em procedimentos antidoping ou acobertando exames positivos.

A reabilitação da Rússia foi rejeitada várias vezes pela Iaaf nos últimos três anos. A Iaaf é a única grande organização esportiva que ainda manterá o país em suspensão ao menos pelos próximos meses.

Tanto a Wada quanto o Comitê Olímpico Internacional (COI) revogaram suas suspensões contra a Rússia, e o Comitê Paralímpico Internacional disse que reabilitará os russos em 15 de março.

O Ministério dos Esportes russo não respondeu de imediato a um pedido de comentário da Reuters.

Reportagem de Gene Cherry; Reportagem adicional de Gabrielle-Tetrault-Farber, em Moscou

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up