September 30, 2019 / 6:02 PM / 2 months ago

Catar culpa horário das provas e boicote por estádio vazio no Mundial de atletismo

DOHA (Reuters) - O comparecimento constrangedoramente baixo do Campeonato Mundial de Atletismo foi atribuído pelos organizadores do evento, nesta segunda-feira, à hora avançada das provas e a um boicote de outras nações da região ao Catar.

Arquibancadas vazias durante prova de 400m do Mundial de atletismo em Doha 30/09/2019 REUTERS/Ibraheem Al Omari

Atletas, comentaristas e audiências globais de televisão criticaram o pouco público no Estádio Khalifa durante os três primeiros dias de competição.

A arena com capacidade para 48 mil pessoas mal tinha metade do público total na final masculina dos 100 metros no sábado.

No domingo, quando os 100 metros femininos foram o destaque da programação, o local estava quase totalmente vazio. A medalhista de bronze de salto com vara, Ekaterini Stefanidi, disse ter sido a menor plateia diante da qual competiu neste ano, incluindo o campeonato nacional grego.

A equipe dos Estados Unidos, que venceu o título da primeira prova de revezamento misto 4x400 metros no domingo, optou por não dar a volta olímpica e desapareceu pelo túnel de saída logo em seguida.

O público também se ausentou das provas de rua, realizadas perto da orla marítima.

O comitê organizador local disse em um comunicado que na sexta-feira e no sábado o comparecimento foi “robusto”, mas “abaixo de nossas expectativas” no domingo, o que eles disseram ter “coincidido com o início da semana de trabalho no Catar”.

“O desafio que enfrentamos com um cronograma de competição que é feito para a audiência global de televisão é que algumas provas só estão começando no final da noite”, acrescentou.

O comitê também mencionou o boicote imposto ao Catar por Bahrein, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Egito, que acusam o Estado do Golfo de apoiar o terrorismo, o que o Catar nega.

“Nossa visão era de um primeiro campeonato mundial no Oriente Médio. Um Campeonato Mundial de Atletismo da IAAF que daria as boas-vindas ao mundo e se conectaria a novos fãs. Apesar de enfrentar desafios únicos como anfitriões, em termos políticos (boicote), essa ambição permanece”, disse.

As quatro nações que impuseram o boicote, no entanto, enviaram atletas para Doha, e o Bahrein conquistou o bronze no revezamento 4x400 misto.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below