November 20, 2019 / 3:00 PM / 17 days ago

Murray garante vitória britânica diante da Holanda na Copa Davis

MADRI (Reuters) - Andy Murray ajudou o Reino Unido a estrear com uma vitória sobre a Holanda na Copa Davis, mas só depois de levar um grande susto de um Tallon Griekspoor inspirado nesta quarta-feira.

Andy Murray após marcar conra Tallon Griekspoor em Jogo na Copa Davis, em Madri, Espanha. 20/11/2019 REUTERS/Susana Vera

Após quase três horas, Murray – que disputava sua primeira partida de Copa Davis desde 2016 e só cinco meses depois de voltar às quadras graças a uma cirurgia de quadril que salvou sua carreira – triunfou com parciais de 6-7(7), 6-4 e 7-6(5) e colocou sua equipe na dianteira do Grupo E com o placar de 1 x 0.

Griekspoor, de 23 anos, jogava sua segunda partida no torneio, mas se mostrou à altura do desafio e ficou a dois pontos da vitória em duas ocasiões no terceiro set tenso disputado na quadra 3 da Caixa Mágica.

Murray podia se vangloriar de um histórico de 30 vitórias e três derrotas nas disputas de simples da Copa Davis ao enfrentar o 179º do ranking, mas parecia a caminho da derrota quando perdia por 4-1 no set decisivo.

Mas mesmo não estando no auge, o ex-número um do mundo é mais perigoso quando se sente pressionado, e aproveitou uma vacilação do holandês para empatar o set.

Griekspoor abriu uma vantagem de 4-1 no tiebreak, mas Murray mostrou uma capacidade defensiva incrível e voltou a empatar. Griekspoor chegou a 5-4, mas um ace de Murray em 5-5 lhe deu o ponto da vitória e Griekspoor devolveu um backhand na rede.

“Estou aliviado neste momento”, disse o vencedor de três Grand Slams, que aparentava exaustão no final. “Não mereci vencer essa partida, lutei muito, mas ele estava ditando os pontos”.

“Ele estava indo para cima e arriscando com o saque. É difícil quando os caras estão jogando assim”.

O número um britânico Dan Evans enfrentará Robin Haase na segunda partida de simples, que os holandeses precisarão vencer para evitar uma eliminação precoce por terem perdido para o Cazaquistão na terça-feira.

Na quadra central o clima foi bem mais contido quando Novak Djokovic selou o êxito da Sérvia na estreia do Grupo A diante do Japão.

Djokovic dominou Yoshihito Nishioka e venceu por 6-1 e 6-2 depois de Filip Krajinovic derrotar Yuichi Sugita com tranquilidade por 6-2 e 6-4.

No Grupo C, a Alemanha ficou à frente da Argentina depois que Philipp Kohlschreiber bateu Guido Pella pelo placar de 1-6, 6-3 e 6-4.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below