November 28, 2019 / 9:59 PM / in 13 days

Chefe de polícia é inocentado por massacre no estádio de Hillsborough, em 1989

LONDRES (Reuters) - O comandante da polícia encarregado das operações no estádio de Hillsborough durante o massacre de 1989, que matou 96 torcedores do Liverpool, foi inocentado nesta quinta-feira da acusação de homicídio.

Foto de arquivo mostra torcedores dentro de campo durante desastre no estádio de Hillsborough 15/04/1989 Action Images/Foto de Arquivo

O ex-superintendente-chefe David Duckenfield comandava a atuação policial no estádio em Sheffield, no norte da Inglaterra, durante a semifinal da Copa da Inglaterra entre Liverpool e Nottingham Forest.

As vítimas morreram em um ambiente superlotado e cercado por grades. Imagens angustiantes de torcedores esmagados contra as cercas de metal, de corpos caídos no gramado e de espectadores utilizando placas de publicidade como macas improvisadas chocaram o país.

Em um primeiro momento, a polícia culpou torcedores bêbados pelo desastre, uma explicação que sempre foi rejeitada por sobreviventes, parentes de vítimas e pela comunidade de Liverpool, que passou anos lutando para saber o que havia de fato ocorrido.

Investigações posteriores e um inquérito independente absolveram os torcedores de quaisquer responsabilidades. O mais recente veredicto veio após um segundo julgamento do Tribunal Real de Preston, após um primeiro júri não chegar a uma decisão em abril.

“Estou chocado e atordoado pelo veredicto do júri”, disse Barry Devonside, cujo filho Christopher, de 18 anos, morreu no desastre. “Nós, as famílias, lutamos bravamente por 30 anos”, afirmou ele à BBC.

O Serviço Real de Promotoria (CPS, na sigla em inglês) disse estar ciente de que o veredicto seria decepcionante para as famílias.

“Há 30 anos, o desastre de Hillsborough causou um sofrimento inimaginável às famílias daqueles que infelizmente perderam suas vidas e a todos os afetados pelos trágicos eventos daquele dia”, disse Sue Hemming, diretora de Serviços Legais do CPS.

O prefeito de Liverpool, Joe Anderson, afirmou que a decisão foi uma “enorme decepção” para as famílias das vítimas.

O Liverpool Football Club disse que “hoje compartilhamos as reações e frustrações das famílias e daqueles afetados pela tragédia de Hillsborough”.

Por Kate Holton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below