December 11, 2019 / 10:37 AM / 6 months ago

Após um ano vivendo perigosamente, Fed deve sinalizar que é hora de ser discreto

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve realiza sua última reunião de política monetária de 2019 nesta quarta-feira, tendo completado uma virada de um ano que levou o banco central norte-americano a abandonar o ciclo de aperto e reduzir os custos de empréstimo três vezes em resposta à guerra comercial global.

A mudança reduziu a estimativa de autoridades para a taxa de empréstimo referencial do Fed ao longo de 2020 para metade do nível de quando o chairman do banco, Jerome Powell, assumiu o comando em fevereiro de 2018.

A expectativa é de que o Fed deixe inalterada sua taxa básica de juros em um nível entre 1,5% e 1,75% quando encerrar nesta quarta-feira seus dois dias de reuniões, e reitere que deve manter esse nível durante boa parte de 2020, senão o ano inteiro.

O Fed vai divulgar seu comunicado de política monetária e projeções econômicas às 16h (horário de Brasília). É possível que a decisão seja unânime, o que seria uma importante conquista para Powell. Em 2019 o Fed mostrou-se algumas vezes bastante dividido, com até três das 10 autoridades votantes sendo contrárias a algumas das decisões.

Powell dará entrevista à imprensa meia hora após a divulgação do comunicado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below