January 20, 2020 / 6:22 PM / 6 months ago

Única medalhista olímpica do Irã se muda para a Alemanha

Kimia Alizadeh Zenoorin, do Irã, comemora sua medalha de bronze na Olimpíada do Rio 2016. REUTERS/Peter Cziborra

AMSTERDÃ (Reuters) - A única medalhista olímpica do Irã, Kimia Alizadeh, que disse ter deixado sua terra natal por ter se cansado de ser usada como ferramenta de propaganda, está se mudando para a Alemanha, disse seu treinador holandês.

Alizadeh, que conquistou medalha de bronze no taekwondo nos Jogos Olímpicos Rio 2016, estava treinando na cidade holandesa de Eindhoven, depois de deixar o Irã várias semanas antes.

“Kimia decidiu continuar na Alemanha”, disse à Reuters o técnico da equipe nacional holandesa de taekwondo, Mimoun el Boujjoufi.

O jornal alemão Bild divulgou neste fim de semana que Alizadeh desejava continuar sua carreira na Alemanha e se mudou para Hamburgo, após receber também ofertas para competir por Holanda, Canadá, Bélgica e Bulgária.

“Após a explosão (de interesse), muitos lutaram por sua atenção”, disse El Boujjoufi.

Ela escreveu no Instagram este mês que estava preparada para aceitar as “dificuldades da saudade de casa” porque “não queria fazer parte de hipocrisia, mentiras, injustiças e bajulações”.

“Eu vesti o que eles me disseram e repeti o que eles pediram. Cada frase que eles pediam, eu repetia”, ela escreveu. “Nenhum de nós importa para eles, somos apenas ferramentas.”

Reportagem de Bart Meijer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below