for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Alonso está livre para a Indy 500 após término de contrato com a McLaren

O pilot espanhol Fernando Alonso. 6/1/2020 REUTERS/Hamad I Mohammed

LONDRES (Reuters) - Fernando Alonso estará livre para pilotar para quem quiser na edição das 500 milhas de Indianápolis após o fim de sua relação com a McLaren.

A escuderia da Fórmula Um confirmou nesta segunda-feira que o contrato do bicampeão do mundo venceu no final do ano passado e não foi renovado.

“Fernando é um dos melhores competidores do mundo e desejamos seu bem no futuro”, disse um porta-voz da equipe.

“Embora nossa relação tenha chegado a uma conclusão natural, ele sempre continuará sendo parte da família McLaren”.

Alonso, que é duas vezes vencedor da prova automobilística das 24 Horas de Le Mans, tem como principal objetivo no ano completar a chamada Tríplice Coroa do esporte motor.

Aos 38 anos, o espanhol não conseguiu se classificar com a McLaren para a Indy 500 após liderar a corrida em sua estreia em 2017 com a Andretti Autosport.

Reportagem de Alan Baldwin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up