for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Thiem vence Nadal e enfrentará Zverev na semi do Aberto da Austrália

MELBOURNE (Reuters) - Dominic Thiem encerrou seis anos de frustração em torneios de Grand Slam contra Rafael Nadal nesta quarta-feira ao derrotar o espanhol por 7-6 (7-3), 7-6 (7-4), 4-6 e 7-6 (8-6), e avançar pela primeira vez às semifinais do Aberto da Austrália, um resultado que abalou a velha guarda do tênis.

Dominic Thiem em ação contra Rafael Nadal no Aberto da Austrália 29/01/2020 REUTERS/Kim Hong-Ji

O austríaco Thiem, de 26 anos, enfrentará Alexander Zverev na luta por uma vaga na decisão -- uma semifinal quase inimaginável no início do torneio.

Thiem, quinto cabeça-de-chave, disputará o jogo de sexta-feira contra o jovem alemão cheio de confiança, depois de acabar com as esperanças de Nadal de igualar o recorde de 20 títulos de Grand Slam de Roger Federer.

Após ser derrotado por Nadal em duas finais de Roland Garros e em outros três duelos em Grand Slams, Thiem se tornou o segundo austríaco a alcançar as semifinais em Melbourne Park, depois de Thomas Muster, que conseguiu o feito em 1989 e 1997.

No outro jogo do dia, Zverev se recuperou de um péssimo começo para derrotar o suíço Stan Wawrinka por 1-6, 6-3, 6-4 e 6-2 e chegar às semifinais de um torneio de Grand Slam pela primeira vez na carreira.

Zverev, sétimo pré-classificado em Melbourne, é visto como um dos líderes da nova geração de tenistas que pode quebrar a hegemonia em Grand Slams de Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer, que juntos levaram os últimos 12 títulos.

Mas o alemão, que derrotou Federer e Djokovic para conquistar o ATP Finals em 2018, estava fora do radar por nunca ter superado a barreira das quartas de final nos grandes torneios -- até esta semana.

“Sinto-me incrível, não sei o que dizer”, disse Zverev. “Eu me saí bem em outros torneios, ganhei Masters, ATP Finals, mas nunca consegui romper essa barreira em Grand Slam... Espero que esta seja a primeira de muitas.”

Zverev chegou ao primeiro Grand Slam do ano com falta de confiança, depois de perder seus três primeiros jogos na primeira edição da ATP Cup. Naquele torneio, ele cometeu 31 duplas faltas, mas em Melbourne seu serviço está perfeito.

Nesta quarta-feira, Zverev conseguiu 13 aces e, enquanto seu adversário teve problemas com o saque, o alemão acertou 80% de seus primeiros serviços.

“Eu trabalhei muito, trabalhei duro nisso. Este é um Grand Slam. É aqui que se deve jogar o melhor tênis e eu estou fazendo isso”, disse.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up