for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Rapinoe e Ertz estão entre indicadas a Jogadora do Ano da BBC

Megan Rapinoe comemora gol marcado contra o Canadá durante pré-olímpico de futebol feminino 09/02/2020 Kelvin Kuo-USA TODAY Sports

(Reuters) - Megan Rapinoe e Julie Ertz, integrantes essenciais da seleção feminina de futebol dos Estados Unidos, a atual campeã mundial, foram duas das cinco indicadas ao prêmio de Jogadora do Ano da rede BBC nesta quarta-feira.

Além da dupla norte-americana, concorrem a defensora inglesa Lucy Bronze, a meia-atacante holandesa Vivianne Miedema e a australiana Sam Kerr.

Rapinoe foi homenageada com a Chuteira de Ouro e a Bola de Ouro após a Copa do Mundo de 2019 como artilheira conjunta e melhor jogadora do torneio disputado na França.

A meio-campista, que recebeu a Bola de Ouro de melhor jogadora do mundo em dezembro, também é uma defensora destacada dos direitos dos LGBT e da paridade salarial, tendo sido parte da equipe que processou a associação de futebol dos EUA no ano passado devido à discriminação de gênero.

“É muito legal, é muito especial”, disse Rapinoe em um comunicado.

“Sinto que, de muitas maneiras, estou representando o que todo o time defende, cada time da Copa do Mundo, parecia que estávamos todas no mesmo time lutando por algo maior.”

As atuações marcantes de Ertz no papel de meio-campista recuada na França lhe renderam o prêmio de Atleta do Ano da associação de futebol dos EUA em 2019.

Bronze, que recebeu a honraria da BBC em 2018, ajudou a Inglaterra a chegar às semifinais do Mundial e conquistou a Liga dos Campeões com o Olympique de Lyon.

Nova contratada do Chelsea, Kerr se tornou a primeira australiana a fazer três gols em uma Copa do Mundo, e a artilheira Miedema ajudou o Arsenal a vencer o título da Super Liga Feminina Inglesa na última temporada.

Por Hardik Vyas em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up