for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Vettel se irrita com insinuação de que perdeu prestígio na Ferrari

Leclerc e Vettel posam junto ao novo carro da Ferrari 11/02/2020 Assessoria de Imprensa da Ferrari/Divulgação via REUTERS

REGGIO EMILIA, Itália (Reuters) - Sebastian Vettel não é mais o principal nome da Ferrari, mas o tetracampeão mundial alemão não admite que perdeu prestígio.

Vettel, que no ano passado ficou atrás do colega de equipe monegasco Charles Leclerc em pontos, vitórias, poles e pódios, iniciará a nova temporada na Austrália no mês que vem em pé de igualdade com o jovem de 22 anos.

Ele pareceu irritado no lançamento do novo carro da equipe italiana em Reggio Emilia na noite de terça-feira quando a Reuters insinuou que ele perdeu terreno, enquanto Leclerc ganhou estatura.

“Não vejo desta maneira”, disse. “Acho que estávamos melhorando sempre no ano passado, afinal eu não tinha um carro diferente. Nós dois temos o mesmo carro e a mesma chance de correr bem. Nunca duvidei disso no ano passado, não acho que Charles duvidou”, acrescentou o piloto de 32 anos.

“Discordo de você. Não vejo desta maneira, de jeito nenhum. Não muda nada. Estávamos nos mesmos termos durante todo o ano. Também estamos neste ano”.

A diferença é que em 2019 o chefe de equipe, Mattia Binotto, deixou claro nos testes da pré-temporada que Vettel, por ser o piloto mais experiente da escuderia, seria favorecido na disputa do campeonato.

Não é mais esse o caso, já que Binotto disse que ele começará nos mesmos termos a partir da corrida inaugural em Melbourne.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up